A+ / A-

Rui Rio afirma que diretas devem ser feitas com calma, serenidade e sem recurso a Xanax

11 fev, 2022 - 21:01 • Lusa

O presidente do PSD, que já manifestou vontade de sair, afirmou hoje que o processo eleitoral interno deve ser antecipado, mas feito com "calma, serenidade e sem recurso a Xanax (medicamento para controlar a ansiedade)".

A+ / A-

"Politicamente entendo que devem ser antecipadas [eleições diretas], mas feitas com calma e serenidade. Espero que haja capacidade para perceber essa calma e serenidade sem recurso a Xanax ou qualquer outra coisa do género", afirmou Rui Rio, numa conferência de imprensa na sede do partido, no Porto.

O Conselho Nacional do PSD, que se vai reunir no dia 19 de fevereiro em Barcelos (Braga), poderá já estabelecer um calendário para eleições diretas e Congresso, mas pode também remeter para outra reunião a aprovação desse processo.

De acordo com a convocatória da reunião, publicada no Povo Livre (o órgão oficial do PSD), o segundo ponto da ordem de trabalhos da reunião é o seguinte: "análise dos resultados das eleições legislativas e da situação política e decisão sobre processo eleitoral para os órgãos nacionais do partido"

Na semana passada, no final da reunião da Comissão Política Nacional do PSD, Rui Rio confirmou que irá deixar a presidência do partido e remeteu para o Conselho Nacional a marcação da data das próximas diretas, manifestando vontade de sair, no máximo, até ao início de julho.

O social-democrata realçou que não será o próximo candidato a primeiro-ministro e, nesse sentido, não faz sentido ser candidato às eleições diretas que, a decorrer normalmente, seriam daqui a dois anos. .

Contudo, e perante este cenário, Rui Rio defendeu a antecipação das mesmas. .

Questionado sobre ainda não haver qualquer candidato assumido à liderança do PSD, o social-democrata considerou "normal" porque só podem existir candidatos quando o próprio formalizar a sua demissão.

"Só pode haver candidatos quando eu formalizar a demissão", vincou. .

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+