A+ / A-

PAN responde a Costa, mas não se compromete. “Não vamos estar a fazer futurologia”

14 jan, 2022 - 13:52 • Rosário Silva

Ontem à noite, António Costa afirmou, durante o debate com Rui Rio, que o PS e o PAN poderão somar mais de metade dos deputados”, o que abre a porta a um entendimento com o partido de Sousa Real, caso o PS vença as eleições, sem maioria absoluta.

A+ / A-

A líder do PAN, Inês Sousa Real, disse, esta sexta-feira,, que o seu partido “não vai faltar ao país”, tal como “não faltou com o Orçamento do Estado”.

Questionada pelos jornalistas, sobre se o PAN poderia vir a ser “solução governativa” com o Partido Socialista, no caso do PS vencer as eleições antecipadas do próximo dia 30 sem maioria absoluta, Inês Sousa Real não se comprometeu: “Até ao dia 30, não vamos estar a fazer futurologia."

“Teremos que perceber, no dia 30, qual o resultado eleitoral e perceber quais os compromissos que cada partido está a fazer”, acrescentou.

António Costa afirmou, durante o debate televisivo com Rui Rio na quinta-feira à noite, que o PS e o PAN poderão somar mais de metade dos deputados”, o que abre a porta a um entendimento com o partido de Sousa Real, caso o PS vença as eleições.

“Aquilo que temos a consciência é que os portugueses sabem que podem contar com o PAN, que é uma força útil, responsável, que tem levado causas fundamentais até à Assembleia da Republica e que assim o continuará a fazer”, argumentou a líder do Partido Animais e Natureza.

Da parte do PAN não faltaremos ao país no dia 30, da mesma maneira que não faltamos no Orçamento do Estado”, afirmou a líder, no final de ação de pré-campanha na Associação de Intervenção Comunitária CRESCER, na Quinta da Cabrinha, em Lisboa,

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+