A+ / A-

Aumento do salário mínimo? Temos de “nivelar por cima e não por baixo”, diz Rio

17 nov, 2021 - 14:35 • Marta Grosso com redação

Presidente do PSD esteve hoje reunido com a Confederação Empresarial de Portugal. No final, defendeu o aumento do salário médio português.

A+ / A-

Rui Rio considera que o aumento significativo do salário mínimo, como defende Paulo Rangel, é de uma visão próxima do PCP ou Bloco de Esquerda.

“Uma visão dessas é uma visão quase próxima do PCP ou do Bloco de Esquerda, como é evidente. Ou seja, há limites para ir aumentando o salário mínimo meramente do ponto de vista administrativo”, defendeu aos jornalistas nesta quarta-feira, no final da reunião com a Confederação Empresarial de Portugal (CIP).

“Todos nós queremos que o salário mínimo suba e suba muito. Claro que queremos isso, mas por força da riqueza que produzimos, porque se não é por força da riqueza que produzimos podemos estar a provocar exatamente o contrário do que se pretende, que é baixar o nível de rendimentos global dos portugueses”, defendeu.

O líder do PSD aposta, por isso, no aumento do salário médio português para o nível da média europeia.

“O que temos de fazer é pôr o nosso salário médio o mais próximo possível daquilo que é a média europeia e o salário mínimo vem obviamente por arrasto, ou seja, nivelar por cima e não nivelar tudo por baixo”, afirmou aos jornalistas no final do encontro com a CIP.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+