Tempo
|
A+ / A-

Pedro Duarte pede novo ciclo no PSD para acabar com "fase dos que não querem debate interno"

04 nov, 2021 - 07:38 • José Pedro Frazão

O social-democrata que já foi diretor de campanha presidencial de Marcelo Rebelo de Sousa sai em defesa do chefe de Estado na gestão da crise política e lança indiretas a Rui Rio ao dizer que não gosta " dos que se sentem muito 'picados' com guerras internas".

A+ / A-
Pedro Duarte pede novo ciclo no PSD para acabar com "fase dos que não querem debate interno"
Pedro Duarte pede novo ciclo no PSD para acabar com "fase dos que não querem debate interno"

O social-democrata Pedro Duarte espera que em breve o PSD entre num novo ciclo. O antigo deputado e líder da JSD diz que há no seu partido quem não queira um debate democrático interno, numa indireta a Rui Rio e seus apoiantes. No programa "Casa Comum" da Renascença, Pedro Duarte confessa que não tem gostado de tudo o que tem ouvido dentro do seu partido.

"Tenho gostado de ouvir aqueles que estão de facto a falar para o país e que têm já apresentado ideias e propostas novas em cima da mesa. Não tenho gostado de todos aqueles que dizem que vamos andar todos aos tiros e que, portanto, é melhor não haver disputa democrática nem debate democrático dentro do partido, que vamos andar todos a digladiar-nos e que se

sentem muito "picados" com guerras internas. Dessa parte, manifestamente não gosto", afirma Pedro Duarte que expressa na Renascença o desejo que o PSD "ultrapasse rapidamente" esta fase e abra "um novo ciclo".

Noutro plano, o quadro da Microsoft Portugal e ex-diretor da primeira campanha presidencial de Marcelo Rebelo de Sousa não tem dúvidas em afirmar que o Presidente da República tudo fez para evitar uma crise política.

"Se há critica que possa ser feita ao Presidente - mas não é a minha opinião - é que eventualmente foi longe demais e fez vários apelos públicos e, pelas palavras do próprio, fez diligências junto dos partidos até ao início do debate parlamentar. Quem está atento à vida política nacional tem percebido que o Presidente da República tem feito apelos sistemática e permanentemente desde o Verão para que haja um entendimento para o Orçamento ser viabilizado", assinala o antigo parlamentar do PSD no programa Casa Comum da Renascença, realizado esta semana a partir da Web Summit em Lisboa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+