Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Medina. "Derrota pessoal e intransmissível"

27 set, 2021 - 02:05

"Felicito Carlos Moedas pela vitória que teve em Lisboa", disse. Já sobre o futuro político, "não sei". "Vou descansar uns dias".

A+ / A-

Fernando Medina reconhece a derrota na Câmara de Lisboa, após as eleições autárquicas deste domingo, e dá os parabéns a Carlos Moedas.

"Felicito Carlos Moedas pela vitória que teve em Lisboa", começa por dizer no Pátio da Galé. “É uma indiscutível vitória pessoal e política de Carlos Moedas”, acrescenta.

O socialista promete empenhar-se na transferência de dossiês ["farei uma transmissão de pastas exemplar"] e garante que se despede “com a consciência tranquila".

Com emoção na voz, Medina deixa um conjunto de agradecimentos, desde à sua equipa, aos apoiantes, aos funcionários da Câmara e aos partidos políticos que o apoiaram.

"A derrota é pessoal e intransmissível", reforça, ilibando o PS do resultado na capital. "O PS fez tudo" pela recandidatura. "Tenho lamento pessoal por este resultado. Gostava de ter conquistado de novo a Câmara”.

Já sobre o futuro político, "não sei". "Vou descansar uns dias".

Questionado sobre razões para a derrota, Medina não tem muitas explicações, mas sempre aponta a sua "incapacidade” para mostrar aos lisboetas que a sua agenda e a sua equipa eram “as melhores”.

Apesar de a esquerda ter vantagem no número de vereadores, "quem tem mais votos é presidente da Câmara". É assim a lei autárquica portuguesa, lembra Fernando Medina.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+