Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

PSD diz que Governo entregou "bazuca" de 12 mil milhões à TAP, EDP e Novo Banco

21 jul, 2021 - 18:21 • Lusa

O deputado social-democrata Adão Silva criticou que "não falta dinheiro para enterrar na TAP e no Novo Banco, mas falta para apoiar as pequenas e médias empresas, que são o grosso do tecido empresarial".

A+ / A-

O PSD acusou esta quarta-feira o Governo de já ter entregue "uma bazuca de dinheiro dos contribuintes" à TAP, Novo Banco e EDP e criticou que, ao mesmo tempo, alegue que falta dinheiro para apoiar as empresas.

"Só nestes três casos vão para já mais de 12 mil milhões de euros de impostos dos portugueses, só para estes três casos, que o Governo tanto acarinha, vai uma bazuca de dinheiro dos contribuintes", afirmou o líder parlamentar do PSD, Adão Silva.

Na sua intervenção de fundo no debate sobre o estado da nação, que decorre na Assembleia da República, Adão Silva criticou que "não falta dinheiro para enterrar na TAP e no Novo Banco, mas falta para apoiar as pequenas e médias empresas, que são o grosso do tecido empresarial".

O deputado acusou ainda o Governo de "facilistismo" e defendeu que o executivo "tem de governar para todos os portugueses, e não para os seus apoiantes de ocasião".

"O nível de falências, a subida do desemprego, o agravamento da situação social e o próprio desânimo dos empresários sofrem as consequências diretas desta políticas socialista, condicionada pelas exigências da esquerda radical que suporta parlamentarmente o executivo", defendeu o social-democrata.

O líder parlamentar do PSD considerou também que no Ministério da Administração Interna "sucedem-se os exemplos de descoordenação e de falta de rigor" e criticou a defesa do ministro por parte do primeiro-ministro.

"Disse o senhor primeiro-ministro neste parlamento que tem um excelente ministro da Administração Interna. Ficamos assim a conhecer o patamar de exigência do chefe de Governo que se revê com entusiasmo e orgulho na atuação deste ministro tão seu amigo", criticou.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+