Tempo
|
A+ / A-

Autárquicas 2021

Suzana Garcia. Rio ausente? "Não se inventem problemas", responde David Justino

08 jul, 2021 - 00:53 • Lusa

Questionado pelos jornalistas sobre a ausência do líder do PSD na apresentação da candidatura de Suzana Garcia, o vice-presidente do partido esclareceu que Rio tinha outro compromisso de agenda em Setúbal às 21h00, o que o impedia de estar às 19h00 com a candidata à Amadora.

A+ / A-

O vice-presidente do PSD David Justino desvalorizou esta quarta-feira a ausência do líder do partido na apresentação da candidatura de Suzana Garcia à câmara municipal da Amadora, referindo que Rui Rio tinha um outro compromisso à mesma hora.

Questionado pelos jornalistas, tendo em conta que o compromisso de agenda do líder do PSD conhecido era às 21h00, em Setúbal, e a apresentação da coligação Dar voz à Amadora estava agendada para as 19h00, o vice-presidente do PSD pediu para “não se inventarem problemas que não existem”.

“Está noutro local no distrito de Setúbal, não sei qual é a agenda dele, a única coisa que sei é que tem um compromisso à mesma hora, sinceramente não sei qual é o problema”, disse, afirmando que a sua presença é que poderia causar desconforto e não o contrário, quando questionado se a ausência de Rui Rio não demonstrava desconforto com a candidatura.

David Justino salientou que “metade da comissão permanente do PSD” estava presente no local, e frisou que Rui Rio já se pronunciou acerca de Suzana Garcia e já reuniu com a candidata escolhida pelo PSD para encabeçar a coligação Dar voz à Amadora.

No seu discurso, David Justino enalteceu as qualidades da candidata à presidência da autarquia da Amadora, reconhecendo que não a conhecia de início, mas que a veio a admirar pela sua “autenticidade”, depois de ter estado um fim de semana inteiro a ver imagens e declarações suas.

“Não costumo dar o meu aval sem saber com quem estamos a lidar”, começou por dizer, sublinhando que, no final, o partido tem “uma grande mulher e uma grande candidata à Amadora pela sua autenticidade e frontalidade” que o impressionou.

Justino deixou algumas críticas à esquerda que tem dirigido a câmara da Amadora nos últimos anos, considerando que “enche a boca a falar de desigualdade, mas é a primeira a empurrar as pessoas para baixo e a não lhes dar oportunidades”.

“Não deixa as pessoas a sair dos seus ‘guetos’. O desafio que se coloca é enorme para candidata e para as forças que apoiam. Vamos lançar uma lança não em África, mas na Amadora”, retorquiu.

Também o presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, teceu variados elogios a Suzana Garcia, afirmando rever na candidata “uma mulher corajosa, carismática e sem medo de dizer o que pensa, do confronto e dos combates políticos”.

Francisco Rodrigues dos Santos fez várias dicotomias entre a esquerda e a direita, elencando as diferenças entras as políticas dos dois quadrantes e aquilo que foi feito no concelho da Amadora, reconhecendo não conhecer o segredo para o sucesso, mas deixando um conselho à candidata:

“Não tente agradar a todos ou não vai ter sucesso”, disse.

O líder centrista frisou também ser esta uma “candidatura de liberdade”, na qual se irá “perguntar às pessoas não de onde vêm, mas para onde querem ir”, salientando que a esquerda “sempre que se sente ameaçada tenta ofender”.

À semelhança dos anteriores apoiantes, também Pedro Soares Pimenta, presidente do Partido da Terra (MPT) salientou as qualidades de Suzana Garcia, considerando que a candidata já demonstrou “ser integra, determinada e com convicções”.

“Muito se falou desta candidatura de Suzana Garcia, a minha resposta é medo, medo de perder os lugares de poltrona”, acusou Pedro Soares Pimenta, criticando as forças políticas que têm “desgovernado a Amadora há 24 anos num marasmo político criado pelo PS”.

De acordo com o líder do MPT, a Amadora necessita de “um ambiente mais limpo, mais espaços verdes, de uma redução drástica da poluição sonora, de uma política empenhada em combater as alterações climáticas”.

“A Suzana Garcia é uma pessoa bem preparada, contra o imobilismo, está na hora de dar voz à Amadora”, salientou.

A advogada e ex-comentadora televisiva Suzana Garcia, que encabeça a coligação Dar Voz à Amadora, comprometeu-se esta quarta-feira a tornar o concelho mais seguro, com mais espaços verdes e sem problemas habitacionais para os mais desfavorecidos.

Suzana Garcia apresentou-se esta quarta-feira à corrida à presidência da autarquia numa cerimónia que decorreu no parque central da Amadora, numa coligação que junta PSD, CDS-PP, Partido Democrático Republicano (PDR), Aliança e Partido da Terra (MPT).

Ao final do dia, minutos depois da chegada da candidata ao parque central da Amadora, onde decorreu a cerimónia de apresentação da candidatura da coligação, caiu o ecrã gigante colocado no local, devido ao vento que soprava.

Entre discursos houve espaço para números musicais, com a amiga da candidata Sónia Costa, a interpretar o single “Não te deixes cair” e para dois solos de violino, uma vez que, o hino da campanha composto por DJ Matiksoul não pode ser apresentado dado não haver ecrã para transmitir.

O discurso do líder do PDR, que estava ausente, também não foi possível de visualizar.

A cerimónia contou ainda com o anúncio dos candidatos às freguesias do concelho da Amadora e à presidência da Assembleia Municipal.

Para a corrida à presidência da autarquia da Amadora foram até agora anunciadas as candidaturas de Deolinda Martin (BE), António Borges (CDU)e José Dias (Chega).

As eleições autárquicas estão marcadas para 26 de setembro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+