Tempo
|
A+ / A-

João Taborda da Gama

Autárquicas. "Tanto Carlos Moedas como Fernando Medina vão ser primeiros-ministros"

04 mar, 2021 - 20:43 • José Bastos (entrevista) , Inês Braga Sampaio (texto)

João Taborda da Gama considera que a corrida à Câmara de Lisboa pode definir quem chegará primeiro ao Governo.

A+ / A-
Fernando Medina. Coligação PSD-CDS em Lisboa "é um acordo que resulta de fraquezas"
Fernando Medina. Coligação PSD-CDS em Lisboa "é um acordo que resulta de fraquezas"
Moedas contra Medina é ponto de partida para o Governo

João Taborda da Gama está convencido de que a corrida à Câmara Municipal de Lisboa será encabeçada por dois futuros primeiros-ministros: o atual presidente, Carlos Medina, e Carlos Moedas.

"Para mim é muito claro que tanto Carlos Moedas como Fernando Medina vão ser primeiros-ministros de Portugal. Portanto, este embate [autárquicas] tem este subtexto que nem é tão subtexto quanto isso, é uma coisa óbvia. Por isso, vai ser definidor até por isso", afirmou o comentador da Renascença, no habitual espaço de comentário no Turno da Tarde, com o presidente da Câmara de Lisboa.

João Taborda da Gama "não arriscaria" adivinhar quem será chefe de Governo primeiro, entre Carlos Moedas e Fernando Medina. Acredita, contudo, que "um resultado bom para qualquer um dos combatentes coloca-o numa posição forte dentro do seu partido".

"Há este pormenor que toda a gente que está na política odeia, que é: para se ser primeiro-ministro é preciso, primeiro, mandar no partido. Esse é a coisa difícil na política, muitas vezes mais chata", sustentou.

Seja quem for o vencedor, Taborda da Gama defende que a candidatura de Carlos Moedas é "excelente notícia" para o PSD, para Lisboa e para o país.

"O PSD dá uma prova de vida, de conseguir mobilizar pessoas competentes e apresentar uma candidatura forte. Isso é importante até a nível nacional, na perspetiva de haver uma oposição que se afirma. É positivo nesta altura difícil do país", sublinhou o comentador.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • man man
    22 ago, 2021 Lisboa 15:58
    Acham normal que o presidente da Câmara Municipal de Lisboa em exercício continue com os seus programas de comentário quer na Renascença quer na Tvi24? A CNE já se deveria ter pronunciado acerca deste favorecimento escandaloso.

Destaques V+