Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Eleições na Madeira

PDR "pode ser uma surpresa no próximo domingo"

20 set, 2019 - 13:08 • Olímpia Mairos

É a primeira vez que o partido se candidata na Madeira.

A+ / A-

O cabeça de lista do Partido Democrático Republicano (PDR) às eleições regionais da Madeira, Filipe Rebelo, afirmou, esta sexta-feira, junto ao Mercado dos Lavradores, no Funchal, acreditar na sua eleição ao parlamento regional.

O candidato fez-se acompanhar por alguns elementos da sua candidatura e disse aos jornalistas que “o PDR pode ser uma surpresa no próximo domingo”.

Filipe Rebelo aproveitou para apelar ao voto, indicando que o partido é “o primeiro do boletim”, salientando que o partido “defende causas e trabalha para as pessoas” e que não caiu de “paraquedas” nestas eleições regionais.

“Estamos muito bem assentes na realidade da política madeirense e nas necessidades, desde a saúde, a educação, o flagelo que é o emprego para a fixação dos trabalhadores, em todas as áreas e as progressões. Defendemos uma verdadeira política de inclusão”, afirmou Filipe Rebelo.

O candidato do PDR recorreu, depois, a linguagem desportiva para comparar estas eleições na Madeira a um “campeonato regional”, frisando que “o Filipe Rebelo joga em casa e sabe o que tem feito no percurso”.

“As europeias foram uma coisa, as legislativas, outra. Agora, sim, aqui é que se vai ver a verdadeira força do Filipe Rebelo”, vincou.

Questionado se joga ao ataque ou à defesa, o candidato do PDR disse que joga “de uma forma equilibrada, bloco baixo, mas sempre em contra-ataque, que é aí que está o ganho. Numa boa defesa a gente joga no contra-ataque e temos bons resultados”.

“Quem joga ao ataque perde muitas vezes”, concluiu.

O PDR de Marinho e Pinto faz este ano a sua estreia nas eleições legislativas regionais na Madeira.

As eleições regionais legislativas da Madeira decorrem no domingo, com 16 partidos e uma coligação a disputar os 47 lugares no parlamento regional.

Nas regionais de 2015, os social-democratas seguraram a maioria absoluta - com que sempre governaram a Madeira - por um deputado, com 24 dos 47 parlamentares.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+