Tempo
|
A+ / A-

​Marcelo vetou em horas diploma sobre “barrigas de aluguer”

08 jun, 2016 - 00:54

O diploma chegou ao Palácio de Belém esta terça-feira e poucos antes da meia-noite foi conhecida a decisão do Presidente da República.

A+ / A-

O Presidente da República só precisou de algumas horas para vetar o diploma que legalizada a gestação de substituição ou “barrigas de aluguer”.

O decreto aprovado na Assembleia da República chegou ao Palácio de Belém esta terça-feira e poucos antes da meia-noite foi conhecida a decisão de Marcelo Rebelo de Sousa.

É a primeira vez que Marcelo Rebelo de Sousa veta um diploma desde que tomou posse, a 9 de Março deste ano.

Presidente devolve o projecto das “barrigas de aluguer” à Assembleia da República, para que possa acolher recomendações do Conselho de Ética para as Ciências da Vida.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • felisteus matos
    08 jun, 2016 vc 09:49
    Vetou e quanto a mim, vetou bem...
  • Jb
    08 jun, 2016 Lisboa 09:48
    É preciso não ter quaisquer valores e respeito pela dignidade da vida humana, quando se apresentam propostas para fazer "comércio" da vida humana. Tenho nojo de partidos como o bloco de esquerda!

Destaques V+