A+ / A-

Incêndios. Atribuída a ação humana fogo que destruiu 30 hectares em Viana do Castelo

25 mar, 2024 - 11:51 • Lusa

Segundo Luís Nobre, o combate às chamas mobilizou 55 homens e 18 viaturas.

A+ / A-

O presidente da Câmara de Viana do Castelo atribuiu esta segunda-feira a "ação humana" a ignição do primeiro "grande" incêndio do ano que destruiu mais de 30 hectares de floresta na serra de Santa Luzia, na freguesia de Outeiro.

"Houve ação humana. Todos os que estivemos no terreno sentimos inexplicabilidade para os vários focos que foram surgindo durante o dia, em vários locais. A natureza, nesta altura, não reúne condições para um incêndio desta magnitude", afirmou Luís Nobre.

O autarca socialista, que informava o executivo municipal durante uma reunião extraordinária da autarquia, explicou que o incêndio deflagrou no domingo, cerca das 12h45, e foi dado como extinto esta segunda-feira, às 01h15.

Segundo Luís Nobre, o combate às chamas mobilizou 55 homens, 18 viaturas dos Bombeiros Sapadores e voluntários de Viana do Castelo, Vila Praia de Âncora, Caminha, Ponte de Lima e Ponte da Barca, e um meio aéreo, coordenados pelo Comando Sub-Regional de Emergência e Proteção Civil do Alto Minho.

"Foi a disponibilidade e prontidão de todos que permitiu controlar os vários focos de incêndio que deflagraram durante o dia. Acabou por correr bem, mas deu para assustar", afirmou. .

Contactada pela agência Lusa, fonte do Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo disse que vai ser aberto um inquérito para averiguar as causas do incêndio.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+