A+ / A-

PJ investiga agressão a cidadão cabo-verdiano na cidade da Horta, nos Açores

18 mar, 2024 - 19:57 • Lusa

Nas redes sociais, já se multiplicam as publicações de apoio ao cidadão cabo-verdiano, que alguns consideram ter sido vítima de "ódio racial".

A+ / A-

Segundo fonte policial, o homem, com cerca de 50 anos de idade, que trabalha no ramo da construção civil, terá sido agredido no exterior de uma discoteca em circunstâncias ainda por apurar, caindo inanimado no chão, sem que o agressor lhe tenha prestado auxílio.

A Polícia de Segurança Pública (PSP) tomou conta da ocorrência, identificou as pessoas envolvidas e encaminhou o processo para o Ministério Público, que já requereu a participação da Polícia Judiciária, que está a investigar o caso, mas ainda não deteve o suspeito, indicou fonte da PSP.

Após a agressão, os Bombeiros Voluntários do Faial foram chamados ao local e transportaram a vítima até ao Hospital da Horta, que ainda ponderou enviá-la para outra unidade de saúde dada a gravidade do seu estado clínico.

De acordo com fonte hospitalar, a evacuação médica não chegou a ocorrer, atendendo ao "quadro clínico reservado" da vítima, que continua internada no Hospital da Horta, em coma induzido.

Entretanto, nas redes sociais, já se multiplicam as publicações de apoio ao cidadão cabo-verdiano, que alguns consideram ter sido vítima de "ódio racial", de tal forma que está já marcada para terça-feira, pelas 18h00, uma vigília e manifestação antirracista em frente ao edifício da Câmara Municipal da Horta.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+