A+ / A-

Mau tempo

Proteção Civil alerta para chuva, vento, neve e agitação marítima

05 mar, 2024 - 16:26 • Redação

Agravamento do estado do tempo nos próximos dois dias. Autoridades avisam população para a possível ocorrência de inundações urbanas e queda de árvores.

A+ / A-

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) alertou esta terça-feira em comunicado para a possibilidade de ocorrência de chuva, vento, agitação marítima e queda de neve nas próximas 48 horas, de acordo com a informação do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Prevê-se que durante o dia de quarta-feira se verifique precipitação, principalmente nas regiões litoral Norte e Centro, a partir do final da tarde, e aumento gradual da intensidade do vento.

As previsões apontam para que na quinta-feira haja precipitação em todo o território, com mais intensidade nas regiões Norte e Centro, queda de neve nos pontos mais altos da Serra da Estrela, e aumento gradual de agitação marítima ao longo do dia.

A Proteção Civil alerta para a expectativa de piso rodoviário escorregadio, dificuldades de drenagem em sistemas urbanos, possíveis acidentes na orla costeira, ocorrência de inundações em zonas urbanas, possibilidade de queda de ramos ou árvores, danos em estruturas montadas ou suspensas e desconforto térmico na população.

Recomendam-se as medidas indicadas abaixo a toda a população, indicadas pela ANEPC no comunicado:

− Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas do degelo;

− Prestar atenção aos grupos mais vulneráveis (crianças nos primeiros anos de vida, doentes crónicos, pessoas idosas ou em condição de maior isolamento, trabalhadores que exerçam atividade no exterior e pessoas sem abrigo);

− Garantir uma adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas;

− Ter especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas, estando atento para a possibilidade de queda de ramos e árvores, em virtude de vento mais forte;

− Ter especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas historicamente mais vulneráveis a galgamentos costeiros, evitando a circulação e permanência nestes locais;

− Não praticar atividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos e passeios à beira-mar, evitando ainda o estacionamento de veículos muito próximos da orla marítima;

− Adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tomando especial atenção à eventual acumulação de neve e/ou formação de lençóis de água nas vias rodoviárias.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+