Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

PJ detém "um dos mais influentes" narcotraficantes do Porto

29 fev, 2024 - 17:12 • Lusa

0 detido regressou recentemente do estrangeiro, para onde tinha fugido na sequência de uma operação da PJ em outubro.

A+ / A-

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta quinta-feira a detenção de "um dos mais influentes narcotraficantes da cidade do Porto", após regressar do estrangeiro, para onde tinha fugido na sequência de uma operação da PJ no porto de Leixões em outubro.

De acordo com um comunicado da PJ, a detenção de "um dos mais influentes narcotraficantes da cidade do Porto", ocorreu na quarta-feira, sendo o homem de 38 anos "procurado pela justiça pela prática dos crimes de associação criminosa, tráfico agravado de estupefacientes e branqueamento".

O indivíduo, "considerado perigoso, estará ligado à distribuição de cocaína e heroína pelos principais revendedores e ao abastecimento dos mercados de droga instalados nos bairros sociais mais problemáticos" do Porto.

"Foi detido nas imediações de uma das suas residências em Vila Nova de Gaia, após regressar do estrangeiro, para onde tinha fugido na sequência de uma das últimas operações desencadeadas pela PJ no porto marítimo de Leixões, que conduziu à detenção de quatro indivíduos e à apreensão de 100 kg de cocaína, correspondendo a 10 mil doses", explica a PJ no comunicado.

Em 19 de outubro, a PJ informou que deteve quatro homens indiciados por tráfico de droga que alegadamente introduziam os estupefacientes através de navios e contentores no porto de Leixões, na sequência de uma investigação que decorria há vários meses.

O suspeito detido esta quinta-feira está "indiciado pela associação a duas das maiores apreensões de cocaína feitas no porto de Leixões, no ano transato", e nos últimos anos", "foi-se destacando por se ter associado a organizações criminosas internacionais e por liderar um grupo relacionado com a importação de grandes quantidades de droga, em especial cocaína, proveniente dos países sul-americanos".

"Com uma grande capacidade logística, tinha uma estrutura que lhe permitia retirar produto estupefaciente diretamente de navios mercantes ou mesmo do interior dos portos marítimos", refere a PJ.

A operação resultou ainda na apreensão de duas armas de fogo, munições e um colete balístico, "entre outros objetos".

O detido será presente às autoridades judiciárias para aplicação de medidas de coação.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+