Tempo
|
A+ / A-

Marinha auxilia navio à deriva carregado de fertilizante e evita catástrofe ecológica

24 fev, 2024 - 17:28 • Lusa

De acordo com a autoridade marítima, o navio que transportava 13 toneladas de fertilizante e mais de 200 toneladas de combustível e óleos, pediu auxilio após ficar com uma avaria no sistema propulsor.

A+ / A-

A Marinha auxiliou esta madrugada um navio à deriva carregado de fertilizante, evitando uma "catástrofe ecológica" e salvaguardando a navegação e a proteção do ambiente marinho e da orla costeira alentejana, a 22 quilómetros do Cabo Espichel.

Em comunicado divulgado, este sábado, a Marinha refere ter coordenado "uma importante operação de salvaguarda da segurança da navegação e de proteção do ambiente marinho e da orla costeira alentejana", com o NRP Viana do Castelo e com a colaboração da Autoridade Marítima Nacional.

A operação, que teve início pelas 20:30 de sexta-feira e terminou pelas 04:00 de hoje, auxiliou o navio graneleiro MBC Daisy, que se encontrava à deriva a cerca de 12 milhas náuticas, o equivalente a cerca de 22 quilómetros a Sudoeste do Cabo Espichel.

De acordo com a autoridade marítima, o navio que transportava 13 toneladas de fertilizante e mais de 200 toneladas de combustível e óleos, pediu auxilio após ficar com uma avaria no sistema propulsor.

"Este derivou mais de 13 milhas náuticas para sudeste, o equivalente a cerca de 24 quilómetros, não tendo sido bem-sucedido na manobra de fundear de emergência, largando, aproximadamente, a 85 metros de amarra", refere a Marinha em comunicado.

De acordo com a nota, e em "condições de mar bastante adversas", o navio foi socorrido pelo rebocador Castelo de São Jorge, que largou de Sines às 02:00 da manhã e iniciou o reboque pelas 04:00 de hoje, quando o navio já se encontrava perigosamente a 1,5 milhas da Praia da Sancha, cerca de 3 quilómetros.

Segundo a Marinha, esta "difícil operação" teve o apoio do NRP [navio patrulha oceânico] Viana do Castelo que esteve nas proximidades durante todo o período.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+