A+ / A-

Agricultores chegaram a acordo com o governo e vão receber ajudas na totalidade

31 jan, 2024 - 16:50 • Alexandre Abrantes Neves , Miguel Marques Ribeiro

A medida fica dependente da aprovação da União Europeia.

A+ / A-

A Confederação de Agricultores de Portugal anunciou esta quarta-feira que o governo vai reverter a decisão de cortar nas ajudas aos agricultores.

“Os pagamentos foram feitos com cortes e o governo, logo que obtida a necessária autorização da União Europeia, compromete-se a repor o dinheiro que falta para que os agricultores recebam a totalidade das suas ajudas”, explicou Álvaro Mendonça e Sousa, da CAP, no final da reunião do conselho de presidentes da confederação.

O Instituto da Agricultura e das Pescas tinha decidido uma redução das verbas de apoio. A agricultura biológica seria a mais afetada com uma redução de 35%, enquanto a agricultura integrada ia sofrer um abatimento a partir dos 25%.

"Entendemos ir por outra via"

Os agricultores reunidos no Movimento Cívico Agrícola prometem realizar protestos nas estradas nesta quinta-feira. Álvaro Mendonça Moura garantiu que a CAP não se vai associar.

"Esses protestos são espontâneos. A CAP quando organiza manifestações organiza ele própria como fez o ano passado com manifestações de Mirandela até Beja. Neste momento político, entendemos ir por outra via e com os resultados que pude hoje aqui anunciar", precisou Mendonça e Sousa.

No entanto, a confederação assegurou que está ao lado dos agricultores. “A palavra de solidariedade é para todos os agricultores que se sentem injustiçados”.

Começa na próxima semana discussão técnica sobre Política Agrícola Comum

A má distribuição das verbas da Política Agrícola Comum é uma das queixas dos profissionais do sector e por isso o presidente da CAP disse que já está apalavrado com o governo o debate em torno da matéria.

“Também ficou assente com o Governo que o Governo e a CAP iniciarão uma discussão técnica para alterar profundamente o Plano Estratégico da Política Agrícola Comum”, referiu Mendonça e Sousa.

As discussões deverão começar já a partir da próxima semana entre os técnicos do ministério da Agricultura e os técnicos da CAP.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+