Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Greve. CP alerta para "perturbações significativas" na quarta-feira

06 jan, 2024 - 14:36 • Lusa

Em causa uma greve nas Infraestruturas de Portugal.

A+ / A-

A CP -- Comboios de Portugal alertou hoje para "perturbações significativas" na circulação de comboios, a nível nacional, na próxima quarta-feira, devido à greve convocada para esse dia pelos trabalhadores da Infraestruturas de Portugal (IP).

Numa nota, a CP realçou que as perturbações, devido à greve de trabalhadores da empresa que faz a gestão da infraestrutura ferroviária, podem afetar os serviços já na terça-feira, dia 08 de janeiro, e também na quinta-feira, dia 11.

A CP assegurou que quem já adquiriu bilhetes dos comboios Alfa Pendular, Intercidades, Internacional, InterRegional e Regional terá direito ao reembolso total do valor ou a sua troca gratuita para outro comboio da mesma categoria e classe.

Caso sejam decretados serviços mínimos para a greve, esta informação será atualizada, acrescentou.

Os trabalhadores da IP realizaram já uma greve intercalada de dois dias na passada semana, para a qual foram decretados serviços mínimos.

A paralisação esteve relacionada com as condições de trabalho e vencimentos da profissão, e abrangeu os trabalhadores de operação, comando, controlo, informação, gestão de circulação e conservação ferroviária, segundo a Aprofer - Associação Sindical dos Profissionais do Comando e Controlo Ferroviário.

A greve suprimiu 781 comboios, de 1.088 programados (71,8% suprimidos), entre as 00h00 e as 19h00 de quarta-feira, segundo dia de paralisação, e 798 comboios, de um total de 1.086 estimados, entre as 00h00 e as 19h00 de terça-feira, primeiro dia de greve, segundo a CP.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+