Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Evitar multidões e ambientes fechados. Os conselhos dos médicos para prevenir infeções respiratórias

23 dez, 2023 - 18:21 • Marisa Gonçalves , Diogo Camilo

Ordem dos Médicos alerta que este ano as crianças estão “mais suscetíveis" a doenças respiratórias e emite algumas recomendações.

A+ / A-

A Ordem dos Médicos emitiu este sábado recomendações para mitigar o risco de doenças respiratórias infecciosas, considerando que este ano as crianças estão “mais suscetíveis aos agentes habituais de infeção”.

“Os vírus respiratórios são transmitidos de pessoa-a-pessoa, através das gotículas geradas pelo espirro, tosse, respiração ou por objetos contaminados do doente infetado. A transmissão é muito fácil, podendo acontecer inclusive através da fala, e a pessoa infetada é contagiosa ainda antes de ter sintomas agudos”, refere a Ordem dos Médicos em comunicado.

À Renascença, Jorge Amil Dias, do Colégio de Pediatria da Ordem dos Médicos, deixou algumas recomendações.

“Evitar levar crianças pequenas para ambientes com grande concentração de pessoas, em ambientes muito aquecidos e fechados, não as aproximar de pessoas doentes”, afirma, lembrando que é necessário manter a “higiene habitual” depois de tossir ou espirrar e lavar as mãos frequentemente.

“Se a criança estiver doente, não a levar para o infantário e evitar ir para serviços de urgência, a não ser que haja sinais de alguma gravidade”, acrescenta ainda.

A Ordem dos Médicos refere que o risco infeccioso dos meses frios “é incontornável”, especialmente em crianças mais jovens, mas que medidas de prevenção geral e tratamento sintomático poderão ajudar a ultrapassar esta fase do ano com menos necessidade de recurso a cuidados de saúde e menos complicações.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+