Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Caso das gémeas. Ordem dos Médicos abre inquérito disciplinar a Lacerda Sales

12 dez, 2023 - 15:19 • Redação

Todos os médicos envolvidos no caso das gémeas do Santa Maria vão ser alvo de um processo interno.

A+ / A-

O bastonário da Ordem dos Médicos, António Cortes, confirmou, à Renascença, a abertura de um processo interno para apurar a atuação de todos os médicos envolvidos no caso das gémeas luso-brasileiras tratadas no Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

Na lista de médicos envolvidos encontra-se Lacerda Sales, ex-secretário de Estado da Saúde.

De acordo com a CNN Portugal, o processo foi enviado para o conselho disciplinar do sul da Ordem dos Médicos na segunda-feira à noite.

Foi noticiado que Lacerda Sales pediu a marcação de uma consulta no Hospital de Santa Maria para as gémeas, que sofrem de atrofia muscular espinal. O tratamento com um medicamento inovador custou quatro milhões de euros.

Em declarações aos jornalistas, na semana passada, o antigo secretário de Estado da Saúde disse estar a aguardar por documentação para se poder "tentar relembrar" do caso das gémeas, dizendo que apenas responderá "em sede própria", perante a justiça e a inspeção de saúde.

"A única coisa que posso dizer e fazer é repetir aquilo que já disse variadíssimas vezes: decorre neste momento um processo de inquérito contra desconhecidos, obviamente que só poderei e deverei responder em sede própria, que é o DIAP (Departamento de Investigação e Ação Penal) e a IGAS (Inspeção-Geral das Atividades em Saúde), e perante o conhecimento dos factos", afirmou.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+