Tempo
|
A+ / A-

INE. Risco de pobreza aumenta para 17% em 2022

27 nov, 2023 - 11:58 • Lusa

Segundo o INE, o aumento da pobreza afetou todos os grupos etários, "embora de forma mais significativa os menores de 18 anos".

A+ / A-

O número de pessoas em risco de pobreza aumentou para 17% em 2022. Os dados revelados esta segunda-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), indica que a pobreza aumentou em todos os grupos etários e afetou "mais significativamente" as mulheres.

Tendo em conta que nesse ano a população portuguesa se contabilizava em 10.444,2 pessoas, significa que quase 1.775.514 eram pobres.

Os dados constam do mais recente Inquérito às Condições de Vida e Rendimentos (ICOR), realizado em 2023, mas relativo aos rendimentos de 2022, e revelam um aumento de 0,6 pontos percentuais (p.p.) em relação a 2021, quando a taxa foi de 16,4%. Este valor representava uma redução de dois p.p. face a 2020.

"A taxa de risco de pobreza correspondia, em 2022, à proporção de habitantes em rendimentos monetários líquidos (por adulto equivalente) inferiores a 7.095 euros (591 euros por mês)", explica o INE.

Segundo o organismo, o aumento da pobreza afetou todos os grupos etários, "embora de forma mais significativa os menores de 18 anos", entre os quais a pobreza aumentou 2,2 p.p. relativamente a 2021.

"A taxa de risco de pobreza dos adultos em idade ativa aumentou 0,4 p.p. e a da população idosa aumentou 0,1 p.p.", acrescenta o INE.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • ze
    27 nov, 2023 aldeia 17:49
    Não é o socialismo/comunismmo que quer acabar com os ricos?
  • Americo
    27 nov, 2023 Leiria 13:35
    "Obrigado" sr. António Costa. O Povo "agradece".

Destaques V+