Tempo
|
A+ / A-

Portugueses travam gastos na Black Friday. 79% quer fazer compras neste período

22 nov, 2023 - 20:15 • Fátima Casanova

Quase metade dos inquiridos pela DECO PROTeste reduzem as compras na Black Friday por causa da situação financeira em que se encontram. Roupa, tecnologia e pequenos eletrodomésticos são os produtos que dominam a lista de compras.

A+ / A-

De acordo com os inquéritos que a DECO PROTeste tem feito neste período de "Black Friday" , tem estado a aumentar o número de consumidores na corrida aos descontos que as lojas, físicas e online, prometem fazer nesta altura do ano. Se em 2021, 58% dos portugueses fizeram compras na “Black Friday, este ano há 79% que têm intenção de fazer compras no mesmo período.

Já os gastos seguem uma tendência decrescente: em 2021, cada português gastou em média 297 euros, em 2022 desceu para 271 euros e este ano, os inquiridos pela DECO PROTeste, planeiam gastar 269 euros.

O principal motivo reportado por quem vai reduzir ou evitar gastos na “Black Friday” deste ano é a fraca situação financeira em que se encontram (45%), seguindo-se a subida dos preços (34%) como razão para gastarem menos dinheiro ou nenhum dinheiro.

Ainda assim, 14% dos consumidores pensam gastar mais dinheiro este ano do que gastaram em 2022.

Mais de um quarto dos inquiridos considera que não tem nada para comprar ou que não compensa ir às compras nesta altura do ano.

Roupa no topo da lista de compras

O inquérito da DECO PROTeste mostra ainda que os portugueses não fazem compras impulsivas. Seguindo a tendência do ano passado, a esmagadora maioria dos inquiridos (95%) já decidiu o que vai comprar. Mais de metade dos inquiridos (56%) opta por fazer compras de vestuário, de aparelhos de alta tecnologia (37%), pequenos eletrodomésticos (29%) e brinquedos ou jogos (22%), resultados que seguem a tendência do ano passado.

Outro dado, revela também que, cada vez mais, os portugueses procuram fazer compras informadas: 71% dos inquiridos recolhem informação sobre os produtos a adquirir, através da visita às lojas físicas ou online.

Ao mesmo tempo 80% dos inquiridos acredita que as lojas aumentam os preços antes desta época promocional para os baixarem na altura da “Black Friday”.

Seis em dez portugueses costumam também aproveitar os descontos desta época para antecipar as compras de Natal.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+