A+ / A-

saúde

Administradas mais de 3,4 milhões de vacinas contra gripe e covid-19

22 nov, 2023 - 09:45 • Lusa

A vacinação contra a gripe, que este ano decorre em simultâneo com a da covid-19, acontece preferencialmente nas farmácias comunitárias para os maiores de 60 anos.

A+ / A-

Portugal administrou mais de 3,4 milhões de vacinas contra a gripe e contra a covid-19 no último mês, a maioria (71,5%) nas farmácias, de acordo com o boletim oficial divulgado esta quarta-feira.

Segundo os dados oficiais do Relatório Semanal de Vacinação Sazonal, vacinaram-se na última semana mais 145.192 pessoas contra a covid-19, perfazendo um total acumulado de 1.521.123 vacinas administradas, das quais 1.078.246 em farmácias - que pela primeira vez este ano fazem esta vacinação - e 442.848 no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Já contra a gripe vacinaram-se, nos últimos sete dias, mais 181.171 pessoas, num total acumulado de 1.926.329. Os dados indicam ainda que um total de 1.387.305 pessoas se vacinaram nas farmácias e 538.868 no SNS.

Na faixa etária acima dos 80 anos, a cobertura vacinal contra a gripe é superior a 66% e contra a covid-19 ultrapassa os 55%.

Entre os 70 e os 79 anos de idade a cobertura vacinal ultrapassa os 62% na vacina da gripe e os 51% na da covid-19.

Já entre os 60 e os 69 anos, vacinaram-se contra a gripe 504.812 pessoas (cobertura vacinal de 38,86%) e contra a covid-19 432.348 (33,28%).

No SNS está a ser feita a vacinação das pessoas com menos de 60 anos com patologias de risco, grávidas e profissionais dos serviços de saúde (públicos e privados) e de outros serviços prestadores de cuidados de saúde, estudantes em estágio clínico, bombeiros envolvidos no transporte de doentes e prestadores de cuidados a pessoas dependentes, que vão ser convocados pelos respetivos centros de saúde onde estão inscritos.

A vacinação também é feita nos lares, na rede de cuidados continuados integrados e nas prisões por profissionais do SNS.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+