Tempo
|
A+ / A-

Ordem dos Médicos avisa. Atuais condições climatéricas potenciam casos de legionella

18 nov, 2023 - 00:09 • Lusa

Ordem avança que está disponível para apoiar as autoridades de saúde e contribuir para o esclarecimento da população.

A+ / A-

A Ordem dos Médicos alertou esta sexta-feira para a importância de se reforçar a deteção precoce de eventuais casos suspeitos de ‘legionella’, porque as atuais condições climatéricas potenciam o aparecimento de casos esporádicos e surtos.

O alerta, em comunicado, surge a propósito de surtos de ‘legionella’ nos últimos dias no norte do país, em Caminha, distrito de Viana do Castelo, e Matosinhos, Porto.

A Ordem diz que face a esses surtos está disponível para apoiar as autoridades de saúde e contribuir para o esclarecimento da população.

A identificação ambiental da bactéria não constitui necessariamente risco de doença, embora motive a avaliação de risco e faz parte das atividades de monitorização e vigilância das unidades de saúde pública, diz a instituição no comunicado, no qual explica o que é e como se propaga a “doença dos legionários”.

Explica, por exemplo, que a doença se caracteriza por uma pneumonia provocada pela bactéria ‘Legionella pneumophila’, com aparecimento de sintomas como febre, mal-estar geral, dores de cabeça, dores musculares, tosse não produtiva e diarreia.

E que é mais frequente em adultos, especialmente fumadores ou ex-fumadores, doentes portadores de doenças crónicas (diabetes, doenças pulmonares, renais, imunológicas ou neoplásicas), e que pode ser fatal (cerca de 10% dos casos).

A Ordem lembra ainda que a doença se transmite por via respiratória, por inalação de aerossóis de água contaminada.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+