Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Sistema Nacional de Saúde "está mal mas vai piorar significativamente"

11 nov, 2023 - 16:55 • Anabela Góis , Miguel Marques Ribeiro

A porta-voz do movimento "Médicos em Luta" garante que há cada vez mais médicos descontentes e que o funcionamento dos hospitais vai degradar-se devido à recusa dos profissionais em fazer mais horas extraordinárias do que as previstas na lei.

A+ / A-

O “Movimento Médicos em Luta” afirmou este sábado à Renascença que estão a aumentar os especialistas que recusam fazer horas extraordinárias para além das 150 previstas na lei.

Esta situação tem obrigado vários hospitais a fechar as urgências e a adiar cirurgias.

A porta-voz do movimento, Susana Costa, garante que o descontentamento da classe não só se mantém como está a aumentar. “Somos já mais de 7 mil médicos no movimento”.

Susana Costa afirma que o funcionamento do SNS vai degradar-se nas próximas semanas. “Estão a ser entregues mais minutas que terão efeito nas escalas de dezembro. As coisas estão mal mas vão piorar significativamente”, declarou.

O movimento contesta o novo diploma que regula a dedicação plena, em particular a imposição de 250 horas extraordinárias por ano, o trabalho aos sábados e fim do descanso compensatório.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+