Tempo
|
A+ / A-

Surto de 'legionella' encerra piscinas municipais e balneários do estádio de Olhão

06 nov, 2023 - 18:55 • Lusa

De acordo com a autarquia, o encerramento de todo o complexo das piscinas acontece porque os procedimentos necessários à erradicação da bactéria não surtiram, ainda, o efeito desejado.

A+ / A-
O que é a legionella? Como se transmite? Perguntas e respostas sobre a bactéria que mata em Portugal
O que é a legionella? Como se transmite? Perguntas e respostas sobre a bactéria que mata em Portugal

Um surto de ‘legionella’ originou o encerramento temporário do complexo das piscinas municipais e dos balneários do Estádio Municipal de Olhão, revelou esta segunda-feira o município do distrito de Faro.

Em comunicado, a Câmara de Olhão adiantou terem sido detetados indícios do desenvolvimento de cultura de ‘legionella’ naqueles dois equipamentos, após uma monitorização das águas quentes sanitárias dos equipamentos desportivos públicos municipais.

Em articulação com a Autoridade de Saúde, a autarquia decretou o encerramento de todo o complexo das piscinas, “para dar lugar a uma intervenção mais profunda, que poderá ter que passar pela substituição dos componentes do sistema de águas quentes”.

De acordo com a autarquia, o encerramento de todo o complexo das piscinas acontece porque os procedimentos necessários à erradicação da bactéria não surtiram, ainda, o efeito desejado.

No que diz respeito ao Estádio Municipal, aguardam-se “os resultados da última contra-análise efetuada, que ditará, se negativa, a reabertura dos balneários”.

Perante os indícios de um surto de ‘legionella’, foi determinado o encerramento temporário imediato dos balneários das duas instalações, para efetuar os procedimentos necessários à sua erradicação, “nomeadamente através de choques térmico e químico tendentes a controlar a propagação”, lê-se na nota.

“Apesar do maior investimento em recursos financeiros e humanos e à máxima atenção prestada a este assunto, tem aumentado o número de ocorrências de suspeitas e desenvolvimento de culturas de ‘legionella’ nos equipamentos municipais”, refere a autarquia.

Apesar dos constrangimentos que estes encerramentos provocam aos utilizadores, o município considera “fundamental proceder à erradicação da bactéria por todos os meios necessários, para garantir o acesso em segurança a todos os munícipes”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+