Tempo
|
A+ / A-

Pilotos sobre a TAP: "Pode ser das companhias mais lucrativas da Europa"

24 out, 2023 - 15:17 • Ana Fernandes Silva

Face aos lucros da TAP até setembro, presidente do Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil diz que é prematuro avançar com um processo de reprivatização

A+ / A-

"A TAP tem vitalidade quando é bem gerida e quando não tem interferência política". É desta forma que o Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) reage, esta terça-feira, aos resultados da companhia aérea, que nos primeiros nove meses do ano registou mais de 200 milhões de euros de lucro.

À Renascença, Tiago Faria Lopes diz que os dados são "a prova de que a TAP pode ter bons resultados e bons salários e ser uma das companhias mais lucrativas da Europa".

O presidente do SPAC considera, por isso, prematuro avançar com um processo de reprivatização, "porque a TAP está a sair dos valores negativos e tem ainda o plano de reestruturação vigente".

"Este ano, sem cortes salariais, já com praticamente todos os acordos resolvidos e com a dinâmica desta administração, a TAP está a conseguir atingir estes números históricos", realça o responsável.

Tiago Faria Lopes defende que a companhia aérea "tem de ser privatizada na sua gestão e o Governo poderá ter capital, mas numa forma de fiscalização".

Esta terça-feira, a companhia aérea anunciou lucros de 203,5 milhões de euros até setembro, contra o prejuízo de quase 91 milhões de euros registado no mesmo período do ano passado.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+