Tempo
|
A+ / A-

IPO Lisboa. Farmacêuticos pedem escusa de responsabilidade

10 out, 2023 - 13:44 • Ana Fernandes Silva

Ordem dos Farmacêuticos alerta para uma "situação que tem vindo a degradar-se quer a nível dos recursos humanos, quer a nível de recursos materiais".

A+ / A-

Os farmacêuticos do Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa apresentaram, esta terça-feira, escusa de responsabilidade.

Uma informação confirmada à Renascença, pelo bastonário da Ordem dos Farmacêuticos, que fala de "um ambiente de degradação tal, que fez com que os farmacêuticos tivessem de reagir desta maneira, como um alerta à falta de condições".

Hélder Mota Filipe revela que "a situação atual está muito complicada e tem vindo a degradar-se, quer a nível dos recursos humanos, quer a nível das condições materiais".

O responsável fala de "uma degradação dos próprios materiais do IPO, a nível das instalações". Hélder Mota Filipe dá conta dos constantes alertas que têm vindo a ser feitos, neste âmbito, pelos profissionais que advertem para "a falta de condições das unidades de tratamento do ar, que condicionam a boa preparação dos medicamentos".

"Aquilo que os farmacêuticos estão a fazer é reduzir ao máximo o impacto direto nos doentes, muito embora não consigam reduzir o impacto na quantidade e na qualidade do serviço", explica o bastonário.

O pedido acontece depois de na sexta-feira a diretora dos serviços farmacêuticos, Rute Varela, ter apresentado a demissão.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+