Tempo
|
A+ / A-

Loures

Urgência do Hospital Beatriz Ângelo não está a receber ambulâncias

20 set, 2023 - 13:57 • Redação com Lusa

Situação vai manter-se até às 9h00 desta quinta-feira devido a constrangimentos no Serviço de Urgência Geral de adultos.

A+ / A-

O serviço de urgência de adultos do Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, está encerrado esta quarta-feira e sem receber ambulâncias, uma situação que se mantém até às 9h00 de quinta-feira.

“Recebemos a informação de que o hospital estava com constrangimentos e que não está para receber urgências vindas da nossa parte”, afirmou à agência Lusa o comandante dos Bombeiros Voluntários de Camarate, Luís Martins, considerando que esta situação se deve à falta de macas.

De acordo com Luís Martins, os constrangimentos no Serviço de Urgência Geral de adultos começaram pelas 11h00 de hoje e prevê-se que se prolonguem até às 09:00 de quinta-feira, período em que não irá receber veículos de emergência médica, segundo informação que o hospital disponibilizou aos bombeiros.

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Camarate disse que foi pedido aos corpos de bombeiros da área de influência do Hospital de Loures que passem os dados clínicos para que o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) os possa referenciar, indicando que os doentes estão a ser encaminhados para o Hospital Santa Maria e para o Hospital São José, ambos em Lisboa.

O responsável dos bombeiros de Camarate referiu que as ambulâncias ficaram retidas na madrugada de hoje nas urgências do Hospital de Loures, mas a informação de constrangimentos foi comunicada pelas 11:00, com a indicação de que “encerra para receber ambulâncias”.

Questionado sobre o que motiva estes constrangimentos, Luís Martins apontou a “falta de macas”, explicando que os utentes ainda continuam a permanecer “muitas horas” nas macas dos bombeiros até existir uma maca do hospital disponível, deixando as ambulâncias retidas enquanto a situação se resolve.

A área de influência do Hospital Beatriz Ângelo abrange sete corpos de bombeiros do concelho de Loures, três corpos do município de Odivelas, bem como de Mafra, Malveira e Sobral de Monte Agraço.

[artigo atualizado às 15h25]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+