Tempo
|
A+ / A-

Protesto em Berlim

Grupo ambientalista pinta porta de Brandemburgo de laranja

17 set, 2023 - 17:02 • Lusa com Redação

O grupo 'Última Geração' exige que a Alemanha deixe de usar combustíveis fósseis até 2030.

A+ / A-

Com recurso a extintores carregados de tinta, um grupo ambientalista alemão pintou, este domingo, a Porta de Brandemburgo, em Berlim, a cor de laranja.

O grupo de ambientalistas Última Geração exige que a Alemanha deixe de usar combustíveis fósseis até 2030 e que adote medidas a curto prazo, como a imposição de um limite de velocidade de cem quilómetros por hora nas autoestradas, para reduzir as emissões mais rapidamente.

Vídeos divulgados na redes sociais mostram os elementos do grupo a usar extintores de incêndio carregados de tinta para pulverizar as seis colunas do popular monumento de Berlim.

"O protesto é claro: é altura de uma mudança política", justificou o grupo, em comunicado. "Longe dos combustíveis fósseis e em direção à justiça", assinalou.

A polícia rodeou a área em volta da Porta de Brandemburgo e informou ter detido 14 pessoas ligadas ao Última Geração.

O grupo é conhecido por ações de protesto nas quais os ativistas se colam às estradas, bloqueando o trânsito e dividindo a opinião pública alemã.

O autarca de Berlim, Kai Wegner, condenou a ação do grupo, considerando que extravasa os limites legítimos do protesto.

"Com esta ação, o grupo está não só a lesar a histórica Porta de Brandemburgo, mas também a livre expressão acerca de importantes assuntos do nosso tempo e do futuro", declarou, citado pela agência de notícias alemã DPA.

Neste domingo está prevista uma manifestação em Nova Iorque a pedir medidas urgentes no sentido do fim dos combustiveis fósseis.

A três dias da Cimeira de Ambição Climáticas nas Nações Unidas, varias associações ambientalistas, incluindo a portuguesa ZERO, marcam uma semana de luta com uma mensagem dirigida aos líderes mundiais.

Para Francisco Ferreira, da ZERO, a prioridade é clara: "traçar metas para deixarmos de usar os combustíveis fósseis".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+