Tempo
|
A+ / A-

Coimbra. GNR detém quatro suspeitos de tráfico de droga

18 ago, 2023 - 17:23 • Lusa

Quatro homens com idades entre os 30 e os 63 anos vão ser ouvidos no Tribunal Judicial de Coimbra.

A+ / A-

Quatro homens suspeitos do crime de tráfico de droga na região de Coimbra foram detidos numa operação da Guarda Nacional Republicana (GNR), que deu cumprimento a 11 mandados de busca, foi anunciado esta sexta-feira.

Numa nota de imprensa, o Comando Territorial da GNR de Coimbra refere que os suspeitos, com idades entre os 30 e os 63 anos, foram detidos na quinta-feira, por suspeita do tráfico de droga nos concelhos de Coimbra, Cantanhede e Soure.

No âmbito de uma "investigação por tráfico de estupefacientes, que durava há cerca de nove meses", os militares "deram cumprimento a 11 mandados de busca, quatro domiciliárias e sete em veículos", adianta a GNR na mesma nota.

Nesta ação policial foram apreendidas 675 doses de heroína, 405 euros em numerário, 243 doses de cocaína, 34 doses de canábis, 24 doses de MDMA, 23 doses de haxixe, três doses de ecstasy, quatro pés de canábis e 18 sacos de embalamento.

Cinco cartões SIM, 14 telemóveis, uma arma, uma arma elétrica, um bóxer, uma balança, um computador e uma câmara de gravação constam também na lista de apreensões.

No âmbito desta operação foram, paralelamente, constituídas arguidas e sujeitas a termo de identidade e residência duas mulheres, de 40 e 57 anos.

Já os quatro suspeitos deverão ser ouvidos esta tarde no Tribunal Judicial de Coimbra.

A GNR deu ainda nota de que a operação, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) do Destacamento Territorial de Montemor-o-Velho, contou com o reforço do Destacamento de Intervenção (DI) do Comando Territorial de Coimbra, e com o apoio da Polícia de Segurança Pública (PSP) de Coimbra.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+