Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Planos de mobilidade e segurança

Ventura critica "amadorismo" do Governo na JMJ

14 jul, 2023 - 17:13 • Vítor Mesquita com Redação

Para líder do Chega, estratégia foi apresentada demasiado tarde e fica aquém do necessário para um evento que pode vir a concentrar mais de um milhão de pessoas.

A+ / A-

O líder do Chega, André Ventura, acusou esta sexta-feira o Governo de um "amadorismo inexplicável" na preparação dos planos de mobilidade e segurança para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que foram hoje apresentados.

Para o deputado, a estratégia foi apresentada demasiado tarde e é resumida em três pontos: "a fraca qualidade do plano, a incapacidade do plano de abranger todas as realidades de transporte e mobilidade e a ineficácia do plano, do ponto de vista da segurança e da articulação".

André Ventura sublinha que, apesar de todo o dinheiro gasto em consultorias e recursos humanos, o Governo não chegou a uma solução viável, nomeadamente, para o parqueamento de autocarros e de ligeiros, na cidade de Lisboa.

O líder do Chega declara-se, por isso, pessimista.

"Esperemos e tudo faremos para que corra bem", declara Ventura, para quem "as perspetivas para um bom financiamento da Jornada ficaram altamente comprometidas por este amadorismo inexplicável, por parte do Governo português".

O líder do Chega salienta que a Jornada Mundial da Juventude será "um dos maiores eventos dos últimos anos em matéria de pessoas, instituições e mobilidade".

A Jornada Mundial da Juventude decorrerá em Lisboa e Loures/Odivelas, entre os dias 1 e 6 de agosto, com a presença do Papa Francisco, estimando-se a participação de mais de um milhão de jovens de todo o mundo.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+