Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Avis

Nove detidos por burla através da aplicação MbWay

14 jul, 2023 - 18:20 • Lusa

Suspeitos foram constituídos arguidos ficaram sujeitos a apresentações periódicas na força de segurança da área de residência.

A+ / A-

Cinco homens e quatro mulheres, com idades entre os 23 e os 50 anos, foram detidos pela GNR, por burlas através da aplicação MbWay, no concelho de Avis, distrito de Portalegre, revelou aquela força de segurança.

O Comando Territorial de Portalegre da GNR, em comunicado, indicou que os suspeitos foram detidos na quarta-feira, por militares do Núcleo de Investigação Criminal de Ponte de Sor, tendo ainda sido constituída arguida uma mulher de 25 anos.

Na sequência de uma investigação por burlas através da aplicação MbWay, os militares da Guarda deram cumprimento a 16 mandados de busca, oito domiciliárias e oito em veículos, tendo apreendido diverso material informático, adiantou a GNR.

Segundo aquela força de segurança, a ação contou com o reforço do Grupo de Intervenção Cinotécnica da Unidade de Intervenção, do Destacamento de Intervenção de Portalegre, da Secção de Informações e Investigação Criminal de Portalegre, dos núcleos de Investigação Criminal de Elvas, Nisa e Portalegre e militares dos destacamentos territoriais de Nisa e de Ponte de Sor.

Os dez suspeitos, incluindo a mulher de 25 anos, foram constituídos arguidos e presentes na quinta-feira ao Tribunal Judicial de Fronteira para primeiro interrogatório judicial, tendo ficado todos sujeitos a apresentações periódicas na força de segurança da área de residência, disse à agência Lusa fonte da GNR.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+