Tempo
|
A+ / A-

Jornada Mundial da Juventude

JMJ: Lisboa vai ter zonas sem automóveis, trotinetas e bicicletas

14 jul, 2023 - 19:30 • Lusa

Foram identificados locais onde poderão existir condicionamentos à circulação rodoviária em função da pressão pedonal, sobretudo no eixo entre o Terreiro do Paço e o Parque Eduardo VII.

A+ / A-

Os "elevados fluxos pedonais" na cidade de Lisboa durante os dias da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) podem condicionar a circulação automóvel em algumas artérias da cidade, que vão estar sem carros, trotinetas e bicicletas, foi esta sexta-feira anunciado.

De acordo com o Plano de Mobilidade para a JMJ, que foi apresentado em Lisboa, "os elevados fluxos pedonais esperados, bem como a necessidade de acomodar o estacionamento de autocarros de aluguer de peregrinos", vão obrigar à reorganização da cidade.

Nesse sentido, foram identificados locais onde poderão existir condicionamentos à circulação rodoviária em função da pressão pedonal, sobretudo no eixo entre o Terreiro do Paço e o Parque Eduardo VII.

À semelhança do plano apresentado na terça-feira pela Câmara de Lisboa, está igualmente delimitada uma zona mais alargada, que também terá alguns condicionamentos, mas menos rigorosos.

Na apresentação hoje do plano de mobilidade, o diretor nacional da PSP, Magina da Silva, anunciou que na zona "vermelha", a mais rigorosa, além de automóveis, também não serão permitidas trotinetas e bicicletas.

Questionado sobre os moradores, o diretor nacional da PSP disse que terão um "salvo conduto" para poderem circular, mas terão de fazer prova de residência.

"Será algo parecido com o que foi feito aquando da [pandemia de] covid", afirmou.

Os planos de segurança e mobilidade para a JMJ foram hoje apresentados em Lisboa na presença da ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes, do coordenador do Grupo de Projeto para a JMJ, José Sá Fernandes, e do secretário-geral do Sistema de Segurança Interna, Paulo Vizeu Pinheiro.

Mais de um milhão de pessoas são esperadas em Lisboa para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), com o Papa Francisco, de 1 a 6 de agosto.

O Papa, primeiro a inscrever-se na JMJ, chega a Lisboa no dia 2 de agosto, tendo prevista uma visita de duas horas ao Santuário de Fátima no dia 5 para rezar pela paz e pelo fim da guerra na Ucrânia.

Considerado o maior acontecimento da Igreja Católica, a jornada nasceu por iniciativa do Papa João Paulo II, após o sucesso de um encontro com jovens em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude.

As principais cerimónias da jornada decorrem no Parque Tejo, a norte do Parque das Nações, na margem ribeirinha do Tejo, em terrenos dos concelhos de Lisboa e Loures, e no Parque Eduardo VII, no centro da capital.

MAPA INTERATIVO

Paragens de metro e de comboioencerradasLocalização temporáriade terminal rodoviárioDocas de biciletas GiraEstações de MetroEstações de ComboioInterfaces fluviaisEstacionamentode veículos ligeirosEstacionamentode veículos especializadosZona vermelhaZona amarelaZona verdeExplore o mapa interativo paraver as alterações ao trânsitoprevistas para Lisboa.Pode fazer zoom e clicarnos elementos.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+