A+ / A-

Feira do Livro de Lisboa bate recorde com quase 900 mil visitantes

03 jul, 2023 - 19:19 • Redação

O evento somou 20 dias e contou com um total de 894 mil visitantes.

A+ / A-

A 93.ª edição Feira do Livro de Lisboa, que terminou no dia 13 de junho, bateu o recorde de visitas. O evento somou 20 dias e contou com um total de 894 mil visitantes.

“Segundo o estudo da IPSOS realizado durante o evento, 16% dos inquiridos (143 mil) foi à Feira do Livro de Lisboa pela primeira vez e a presença dos jovens continua a destacar-se, com mais de metade dos visitantes (59%) a situar-se abaixo dos 34 anos. A faixa etária mais comum encontra-se entre os 18 e 24 anos, correspondendo a 1/3 dos visitantes (33%)”, revela a organização da Feira do Livro de Lisboa, em comunicado.

Este ano, a 93.ª edição contou com mais dois dias de feira e dois feriados em dias de semana, o que contribuiu para o sucesso e aumento de afluência ao evento.

O dia 3 de junho, foi o dia mais visitado de sempre, com 82 mil pessoas a passarem pelo recinto, ainda que os dias de Hora H, durante a semana, continuem a receber muita gente no Parque Eduardo VII.

Pedro Sobral, presidente da Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL), mostra-se muito orgulhoso do resultado desta edição.

"Foi mais uma edição que superou as expectativas. Não só porque foi necessário fazer alguns ajustes à duração, mas também porque aqui e acolá o clima não ajudou o que levou a alguma cautela nas primeiras projeções quantitativas e qualitativas que fomos fazendo. A afluência e o entusiasmo que fomos vendo ao longo da Feira, quer dos visitantes, quer dos editores e livreiros, superaram novamente o ano passado que considerámos irrepetível", refere Pedro Sobral.

"No entanto, esta 93.ª edição acabou por ser a maior e melhor Feira do Livro de sempre, fixando este período de maio/junho como o ideal para continuar a vingar a principal missão dos associados da APEL que é a promoção dos índices de leitura e literacia em Portugal. Estamos em crer que a Feira do Livro de Lisboa é um dos principais instrumentos para a atração e formação de novos leitores de todas as gerações e que se tornou o principal evento cultural do País”, sublinha o presidente da APEL.

Ao longo de 20 dias, entre concertos, sessões de autógrafos, workshops, debates, lançamentos de livros e muito mais, a Feira recebeu 2700 eventos, pensados para todas as faixas etárias e destinados a aproximar o público dos livros e da literatura.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+