Tempo
|
A+ / A-

JMJ. "Vão ser dias de constrangimento e forte mudança", admite Galamba

21 jun, 2023 - 13:27 • Lusa

O ministro das Infraestruturas assinala que os portugueses "estão habituados" a pressões desta dimensão e garantiu empenho para minimizar impactos. Galamba indicou ainda que reforço da capacidade da CP terá "limites".

A+ / A-

O ministro João Galamba admitiu esta quarta-feira fortes constrangimentos nas infraestruturas durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), em agosto, mas assinalou que os portugueses estão habituados a pressões desta dimensão e garantiu empenho para minimizar impactos.

João Galamba falava na audição regimental na Comissão de Economia, Obras Públicas, Planeamento e Habitação, no parlamento, onde está a ser ouvido sobre a política geral do Ministério e outros assuntos de atualidade, quando foi questionado sobre o tema pela deputada e coordenadora do Bloco de Esquerda, Mariana Mortágua.

"Obviamente que vão ser dias de constrangimento e forte mudança das infraestruturas, mas o país também está habituado a pressões desta natureza. Se calhar não da dimensão da Jornada, mas estamos todos a fazer o melhor para que o país e a região de Lisboa, em particular, tenham as infraestruturas", disse.

O governante garantiu o empenho de todo o Governo, sob a coordenação da ministra dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes, "para que corra tudo pelo melhor", e destacou o compromisso da sua tutela, particularmente na disponibilização dos serviços da CP.

No entanto, alertou que embora esteja previsto que a capacidade da CP seja reforçada terá "limites", defendendo que não é "infinita".

Lisboa foi a cidade escolhida pelo Papa Francisco para a próxima edição da Jornada Mundial da Juventude, que vai decorrer entre os dias 01 e 06 de agosto deste ano.

Até ao momento já iniciaram o processo de inscrição mais de 650 mil jovens.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+