Tempo
|
A+ / A-

Portimão

Bebé de 11 meses morreu enquanto aguardava transferência hospitalar

20 mai, 2023 - 18:54 • Lusa

O bebé morreu na sexta-feira, no hospital de Portimão, uma vez que o hospital de Faro estava sem Pediatria.

A+ / A-

Um bebé de 11 meses morreu na sexta-feira ao final de tarde no hospital de Portimão enquanto aguardava transferência para o hospital de Faro, que estava sem serviço de Pediatria, disse à Lusa fonte oficial.

Segundo fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), quando as equipas se preparavam para transportar o bebé para o hospital de Faro de helicóptero, o seu estado clínico agravou-se, tendo a criança acabado por morrer ao final da tarde.
O INEM esclareceu que recebeu um pedido do hospital de Portimão às 14:18 para transporte de uma criança de 11 meses para uma unidade de cuidados intensivos pediátricos, encontrando-se o bebé "devidamente acompanhado" pelas equipas de Pediatria da unidade de saúde.
"Encontrando-se o hospital de Faro sem Pediatria e com a Ambulância de Transporte Inter-hospitalar pediátrico (TIP) inoperacional por falta de médico do hospital, e a TIP Lisboa ocupada noutra missão de emergência médica, o INEM iniciou depois os procedimentos necessários com vista ao acionamento do helicóptero do Algarve, acionamento este que foi efetivado pouco depois das 15h00", lê-se numa nota do instituto enviada à Lusa.
Quando chegaram a Portimão, as equipas médicas iniciaram os procedimentos para o helitransporte, mas quando se preparavam para iniciar o voo para Faro "o bebé sofreu um agravamento do seu estado clínico que impediu o transporte e obrigou a equipa a regressar, pelas 17h45, ao hospital de Portimão".
Segundo o INEM, apesar dos esforços dos profissionais do hospital de Portimão e do instituto, o óbito acabou ocorrer mais tarde.
"O INEM lamenta profundamente o desfecho que a situação veio a conhecer e endereça aos familiares do bebé sinceras e sentidas condolências", conclui a nota.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+