Tempo
|
A+ / A-

Trás-os-Montes e Alto Douro com Plano de Regional de Eficiência Hídrica

15 mai, 2023 - 11:20 • Olímpia Mairos

O objetivo do plano é garantir a sustentabilidade dos recursos hídricos, promovendo a sua utilização racional e eficiente, tornando os territórios mais resilientes à seca e às alterações climáticas.

A+ / A-

É apresentado esta segunda-feira, em Alfândega da Fé, o Plano de Regional de Eficiência Hídrica para Trás-os-Montes e Alto Douro.

A iniciativa que tem lugar pelas 14h30, na Casa da Cultura Mestre José Rodrigues, conta com as presenças do secretário de Estado do Ambiente, Hugo Pires, e do vice-presidente da

Agência Portuguesa do Ambiente (APA), Pimenta Machado, e dos autarcas da região.

A apresentação do plano será precedida pela entrega de um camião-cisterna aos Bombeiros Voluntários de Alfândega da Fé, ao abrigo do Protocolo firmado com a APA para a mitigação dos efeitos da seca.

Em comunicado, a autarquia de Alfandega da Fé esclarece que “o objetivo do plano é garantir a sustentabilidade dos recursos hídricos, promovendo a sua utilização racional e eficiente, tornando os territórios mais resilientes à seca e às alterações climáticas”.

De acordo com a APA, as barragens no Nordeste Transmontano mostram uma realidade “muito preocupante” e há a necessidade de um plano de eficiência hídrica. A estrutura deste plano, que será apresentada na próxima semana, pretende uma gestão eficiente dos recursos hídricos na região de Trás-os-Montes e Alto Douro, à semelhança do que já aconteceu no Algarve e Alentejo.

Recorde-se que a grave seca do último verão deixou a região numa situação bastante difícil, com as

principais barragens destinadas ao consumo humano a atingirem limites extremamente baixos, colocando em risco o abastecimento de água às populações.

Esta situação motivou, em agosto do ano passado, a assinatura de protocolos de colaboração técnica e financeira para medidas de combate à seca em Trás-os-Montes e Alto Douro. Um investimento de cerca de 1,3 milhões de euros que serviu para implementar medidas de emergência para fazer face ao período de seca e assegurar o abastecimento de água à população em zonas mais críticas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+