A+ / A-

Burla com falso bilhete do Euromilhões rendeu 500 mil euros

18 abr, 2023 - 17:16 • Ricardo Vieira

Polícia Judiciária deteve dois homens de crimes de burla qualificada. Os suspeitos identificavam-se como “mestres astrólogos”.

A+ / A-

Detenção por crimes de burla qualificada “bilhete do Euromilhões premiado”

Dois homens foram detidos por suspeita de crimes de burla qualificada com um falso “bilhete do Euromilhões premiado”, avança a Polícia Judiciária (PJ).

As detenções foram realizadas na segunda-feira, fora de flagrante delito, pelo Departamento de Investigação Criminal de Braga.

O esquema em curso desde 2018 na zona de Barcelos rendeu aos burlões, que se identificavam como “mestres astrólogos”, cerca de meio milhão de euros, indica a PJ, em comunicado.

“Os detidos, dois indivíduos do sexo masculino com 51 e 32 anos de idade, através do artifício fraudulento conhecido como o ‘esquema do bilhete do Euromilhões premiado’, enganaram e convenceram várias vítimas a entregarem-lhes várias quantias em dinheiro, num total até ao momento apurado de cerca de 500.000 euros”, indica a Judiciária.

As autoridades receberam uma denúncia no final do mês de março e iniciaram as investigações, que culminaram com a detenção de dois suspeitos. Foram também apreendidos “relevantes elementos de prova e variada documentação”.

“A Polícia Judiciária prossegue com a investigação no sentido de identificar outras situações e vítimas, uma vez que se presume que os suspeitos se dedicavam à prática deste tipo de crimes de forma reiterada.”

Os detidos vão ser presentes às autoridades judiciárias competentes para primeiro interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • joaquim da fonseca l
    19 abr, 2023 Vieu-d'Izenave 07:27
    Bem feito,para quem vai na bebida da burlice,ninguém ,dà nada a ninguém,é preciso ser muito néscio,para lhes passar tanto dinheiro para as mãos,em troca de falsas promessas,na finalidade,o vigarizado,tenta ser mais vigarista,que o proprio vigaro!.....
  • José Gonçalves
    18 abr, 2023 Horta 19:21
    Como é que funcionava a fraude?

Destaques V+