Tempo
|
A+ / A-

Carlos Pereira deverá deixar comissão de inquérito à TAP

13 abr, 2023 - 22:28 • Redação

O deputado já não participou na audição desta quinta-feira do presidente da CMVM.

A+ / A-

O deputado do Partido Socialista Carlos Pereira, envolvido na polémica da reunião prévia com a Presidente da TAP, Christine Ourmières-Widener, no dia anterior à audiência de janeiro, deverá anunciar, em breve, o abandono da Comissão de Inquérito à TAP, avança a “CNN”.

O deputado já não participou na audição desta quinta-feira do presidente da CMVM.

As perguntas em nome do PS foram feitas pela deputada Fátima Fonseca.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Anastácio José Marti
    14 abr, 2023 Lisboa 08:06
    Só agora? Alguém que nunca deveria ter feito parte desta Comissão, numa total atitude de falta de ética, desonestidade intelectual, de isenção e de imparcialidade, aceitou fazer parte de uma Comissão que foi criada, entre outros, com o objetivo de avaliar o que se passou na TAP, mas apesar disso, com má fé aquele dito socialista aceitou fazer parte desta Comissão, um dia saberemos com que objetivos o fex, pois como afirmei, de isenção, imparcialidade e responsabilidade esta sua decisão não teve nada e o que dizer da total falta de transparência?
  • EU
    13 abr, 2023 PORTUGAL 22:30
    Em que ficamos, Senhora Ministra da Presidência, na estabilidade ou INSTABILIDADE? A saída de um Deputado de uma comissão de inquérito é felicidade ou tristeza? Depois de tantos ZIGZAGS por parte do Senhor Deputado, não podemos considerar esta saída como mais uma DEMISSÃO? Podem ter a CERTEZA a procissão ainda não saiu do adro. Chamar a isto estabilidade é como chamar ao MEU rio, o melhor rio do mundo.

Destaques V+