Tempo
|
A+ / A-

Medina assina acordo de apoio aos pensionistas bancários

24 fev, 2023 - 05:18 • Lusa

Em causa, o complemento excecional a pensionistas, pago em outubro e que excluiu os bancários que recebem exclusivamente pensões de reforma pagas pelos fundos de pensões privados.

A+ / A-

O ministro das Finanças, Fernando Medina, assina esta sexta-feira memorandos de entendimento com os sindicatos e as instituições do setor bancário, para atribuir o complemento excecional aos pensionistas da banca.

O governante assina de manhã um memorando com representantes das instituições do setor bancário e o Mais – Sindicato do Setor Financeiro, SBN - Sindicato dos Trabalhadores do Setor Financeiro de Portugal e SBC - Sindicato dos Bancários do Centro.

De tarde, Fernando Medina assina o memorando com o SNQTB - Sindicato Nacional dos Quadros e Técnicos Bancários e os representantes das instituições do setor.

Em causa está o complemento excecional a pensionistas, pago em outubro aos reformados da Segurança Social (SS) e da Caixa Geral de Aposentações, mas que excluiu os bancários que recebem exclusivamente pensões de reforma pagas pelos fundos de pensões privados e penalizou os que auferem em simultâneo pensões pagas por estes fundos e pela SS (nestes casos, o montante do complemento excecional foi somente calculado sobre a parcela residual das pensões atribuídas por estes dois últimos sistemas).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+