A+ / A-

Covid-19. Transmissão mantém-se elevada nos Açores e Madeira

18 jan, 2023 - 21:46 • Lusa

Desde 2 de março de 2020, quando foram notificados os primeiros casos, até 13 de janeiro, Portugal registou mais de 5,5 milhões de casos de Covid-19.

A+ / A-

O índice de transmissibilidade (Rt) do vírus que provoca a covid-19 desceu ligeiramente para os 0,92 a nível nacional, mas está acima do limiar de 1,00 nas duas regiões autónomas, avançou esta quarta-feira o Instituto Ricardo Jorge (INSA).

Segundo o relatório semanal sobre o número de contágios pelo SARS-CoV-2, o Rt - que estima o número de casos secundários de infeção resultantes de cada pessoa portadora do coronavírus - baixou em Portugal dos 0,95 para os 0,92 em 13 de janeiro.

Já a nível regional, o documento indica que as cinco regiões de Portugal continental estão com este indicador abaixo do limiar de 1,00, com o Norte a registar 0,88, o Centro 0,96, Lisboa e Vale do Tejo 0,87, o Alentejo 0,85 e o Algarve 0,91.

Em sentido contrário estão as duas regiões autónomas, que apresentam os Rt mais elevados do país e acima do limiar de 1,00, sendo de 1,54 nos Açores e de 1,53 na Madeira, de acordo com os dados do INSA.

Perante esta evolução da transmissão do SARS-CoV-2, o relatório refere que Portugal regista uma taxa de notificação acumulada a 14 dias reduzida entre 20 a 59,9 casos por 100 mil habitantes.

Quanto à média de contágios a cinco dias, o INSA avança que também baixou ligeiramente dos 343 para os 314 casos diários a nível nacional.

Desde 02 de março de 2020, quando foram notificados os primeiros casos, até 13 de janeiro, Portugal registou 5.563.258 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2.

A covid-19 é considerada uma emergência de saúde pública internacional desde 30 de janeiro de 2020 e uma pandemia desde 11 de março do mesmo ano.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+