Tempo
|
A+ / A-

Mau tempo. Loures pede a famílias e comerciantes que peçam apoio até terça-feira

15 dez, 2022 - 16:43 • Lusa

O município foi dos mais afetados do distrito de Lisboa pelas fortes chuvas que caíram desde a noite de dia 7, estimando-se que os prejuízos ascendam a "mais de 20 milhões de euros".

A+ / A-

As famílias e os comerciantes do concelho de Loures afetados pelo mau tempo dos últimos dias devem manifestar a necessidade de recorrer ao Fundo de Emergência Municipal até terça-feira, anunciou hoje a autarquia.

A Câmara de Loures anunciou na quarta-feira que vai dotar o Fundo de Emergência Municipal com um milhão de euros, para apoiar famílias e comerciantes com prejuízos na sequência das inundações da semana passada e de terça-feira.

Em nota de imprensa enviada hoje, a autarquia refere que os afetados devem expor "as situações e os danos causados devidamente comprovados" - através de fotografias e de prova dos pedidos por meios de socorros, por exemplo - e entrar em contacto com a Linha de Apoio Municipal (800 100 176) até à próxima terça-feira.

A autarquia já tinha referido, na quarta-feira, que as famílias a apoiar serão "aquelas cujo recheio das habitações ficou destruído pela intempérie", sem adiantar detalhes sobre os comerciantes.

O município de Loures foi dos mais afetados do distrito de Lisboa pelas fortes chuvas que caíram desde a noite de dia 7, estimando-se que os prejuízos ascendam a "mais de 20 milhões de euros".

A autarquia refere já ter investido "mais de 700 mil euros, ao abrigo do Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil", montante "gasto em maquinaria e empreitadas que visam a estabilização de taludes e a desobstrução de vias".

As maiores inundações ocorreram em zonas habitualmente sensíveis, como a Baixa de Loures, a Flamenga e a Ponte de Frielas.

Fanhões, Lousa e Unhos foram as zonas mais afetadas por aluimento de terras, taludes e muros de contenção, sobretudo em áreas mais isoladas e com poucas habitações, obrigando à interdição de vias.

O município registou na terça-feira mais de 160 ocorrências e teve no terreno mais de 400 operacionais, contabilizando 12 desalojados, acompanhados pelos serviços camarários.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+