A+ / A-

Urgência Pediátrica de Setúbal reabre depois de uma semana fechada

12 dez, 2022 - 10:55 • Lusa

Serviço esteve encerrado devido à falta de médicos. Autarcas dos concelhos servidos por aquela unidade estiveram à porta do Ministério da Saúde para exigir uma reunião com a tutela.

A+ / A-

A Urgência Pediátrica do Hospital de São Bernardo, que pertence ao Centro Hospitalar de Setúbal, reabriu esta segunda-feira às 9h00, depois de ter estado encerrada desde terça-feira por falta de médicos, informou fonte hospitalar.

À mesma hora em que reabriu a Urgência Pediátrica, os presidentes das câmaras de Setúbal, Palmela e Sesimbra, três municípios da área de influência do Centro Hospitalar de Setúbal, chegaram ao Ministério da Saúde na expectativa de serem recebidos pelo ministro Manuel Pizarro.

Na sexta-feira, em conferência de imprensa, os três autarcas anunciaram que iriam estar esta segunda-feira à porta do Ministério da Saúde se, até domingo, não fosse marcada a reunião pedida a Manuel Pizarro, devido à falta de médicos no hospital de Setúbal.

Também na sexta-feira, a Câmara Municipal de Setúbal reuniu-se com o Conselho de Administração do CHS, na sequência de sucessivos problemas no Hospital de São Bernardo devido à falta de médicos, que têm levado ao encerramento temporário de vários serviços, designadamente da pediatria, obstetrícia e ortopedia.

Na conferência de imprensa, os autarcas dos municípios de Setúbal, Palmela e Sesimbra, consideraram que a contratação de mais médicos tarefeiros pelo Centro Hospitalar de Setúbal "não é caminho".

"Sem conseguir manter equipas médicas permanentes, bem tratadas, motivadas e com condições de trabalho, dificilmente estes assuntos serão resolvidos e debelados", disse o presidente da Câmara de Palmela, Álvaro Amaro.

No mesmo mesmo dia, em Bruxelas, o ministro da Saúde disse estar "disponível para se reunir com os presidentes das câmaras municipais de Setúbal, Palmela e Sesimbra para discutir os problemas das urgências", assim que chegasse o pedido anunciado pelas autarquias.

Segundo disse na altura a Câmara de Setúbal, o pedido de reunião com Manuel Pizarro e representantes das três autarquias foi enviado na terça-feira, mas até ao final da semana passada a reunião não tinha sido agendada.

Dando cumprimento ao que foi anunciado, os três autarcas estiveram esta segunda-feira junto ao Ministério da Saúde e conseguiram agendar para dia 20 uma reunião com Manuel Pizarro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+