Tempo
|
A+ / A-

Patrícia Lopes. "Saúde mental é uma problemática que nos toca a todos"

28 nov, 2022 - 11:46 • João Malheiro

A especialista defende que o trabalho para lidar com a saúde mental, a nível autárquico, "só faz sentido se tivermos uma abordagem holística e sistémica".

A+ / A-

Patrícia Lopes, psicóloga que integra o Programa Municipal de Apoio à Saúde Mental - FELIZ(MENTE) da Câmara Municipal de Gaia, realça que a saúde mental "é uma problemática que nos toca a todos".

Durante um debate na Conferência " A Saúde Mental no Pós-Pandemia", uma parceria entre a Renascença e a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, defende que o trabalho para lidar com a saúde mental, a nível autárquico, "só faz sentido se tivermos uma abordagem holística e sistémica".

"Desde há algum tempo que há uma estranheza do Presidente da Câmara de Gaia ter um psicóloga no seu gabinete. Faz todo o sentido e demonstra a sensibilidade que temos sobre esta área", refere a especialista, garantido que, no município tem um trabalho em rede "muito profícuo":

"As instituições estão todas juntas a trabalhar para o mesmo", garante.

Patrícia Lopes falou também das diferenças de intervenção entre psicólogos clínicos e psicólogos que trabalham em contexto escolar, referindo que estes últimos profissionais não fazem consultas, mas ajudam "no desenvolvimento da literacia da saúde emocional".

A especialista considera que "há cada vez uma maior destigmatização" da figura do psicólogo e dos cuidados de saúde mental.

[Artigo atualizado às 12h40]

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+