Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Jovem de 21 anos sai da faculdade para o Governo e vai ganhar quatro mil euros

08 nov, 2022 - 11:51 • João Carlos Malta

Tiago Alberto Ramos Cunha foi contratado para exercer funções de adjunto do Gabinete da Ministra da Presidência. Segundo o currículo não tem qualquer outra experiência profissional.

A+ / A-

Um jovem de 21 anos que acabou recentemente o curso de Direito foi contratado para ser adjunto da ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, sem ter qualquer experiência profissional.

Tiago Alberto Cunha vai ganhar cerca de quatro mil euros brutos por mês.

Segundo a nota biográfica publicada em Diário da República, Tiago acabou o curso de Direito no ano passado, na Universidade do Porto, e este ano ingressou no mestrado na Universidade de Lisboa, na mesma área.

Nas últimas autárquicas foi candidato à Assembleia Municipal de Vila Nova de Gaia pelo Partido Socialista, não tendo no entanto sido eleito. Ocupava o 32.º lugar da lista.

Entre 2020 e 2021, o agora adjunto de Mariana Vieira da Silva foi secretário-geral do Conselho Nacional de Estudantes de Direito (CNED).

Faz também parte da Assmblei de Freguesia de Vilar de Andorinho, em Vila Nova de Gaia.

Escolha baseou-se na "adequação do perfil", não na filiação partidária

Na reação a esta polémica, o gabinete da ministra da Presidência assegura que a contratação de Tiago Cunha baseou-se "na adequação do perfil do nomeado à natureza das funções do gabinete" e que "a filiação partidária no Partido Socialista nunca foi critério de recrutamento".

Segundo avança o Jornal de Notícias, fonte oficial do Ministério da Presidência esclarece que a lei que rege os gabinetes do Governo "confere discricionariedade aos membros do Governo relativamente às nomeações para os seus gabinetes".

Portanto, não há nada na lei que impeça a contratação de pessoas da confiança política dos ministros para os respetivos gabinetes.

[notícia atualizada às 20h25]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Rosa Farate
    16 nov, 2022 Porto 10:29
    Conheço bem o Tiago e família, trata.se de um jovem genial com mérito, na minhas opinião, para o cargo. vem de uma família esforçada e trabalhadora com valores e regras de educação . Gente modesta e família coesa . O Tiago estaria bem em qualquer lugar que ocupasse . Calhou-lhe este. E sim tem mérito e muito.
  • Zé Ninguém
    14 nov, 2022 Porto 01:00
    Nada de novo ou como dizem os americanos, "business as usual". Cunhas para os fidalgos sem mérito/qualificações, e quíiçá, sem formação. Um Sócrates 2.0!? Nós ja sabemos que sim, mas gostamos de sonhar.
  • Hugo
    11 nov, 2022 Lisboa 08:23
    Direito é um curso de 4 anos… como é que ele já acabou o curso com 21 anos? Outro curso tirado ao domingo?
  • Petervlg
    09 nov, 2022 Trofa 08:49
    Isto acontece com maior parte dos políticos, ou seja, políticos de carreira, pessoas que nunca trabalharam, tem duas saídas ou vão para políticos ou para RSI. Com estes políticos de carreira, como podemos estar bem governados? impossível.
  • ze
    08 nov, 2022 aldeia 22:19
    Nas últimas autárquicas foi candidato à Assembleia Municipal de Vila Nova de Gaia pelo Partido Socialista, não tendo no entanto sido eleito. Foi premiado!.......ainda iremos saber mais coisas quando os jornalistas assim o entenderem.
  • Joao Freitas
    08 nov, 2022 GUIMARÃES 21:24
    O Curso é de 3 anos mais o Mestrado que lhe falta. Onde está o génio?
  • Manuel
    08 nov, 2022 Porto 21:09
    O que é espantoso não são as habilitações, que pouco valem, mas quem foi o padrinho que meteu a cunha. O seu nome é elucidativo: Tiago Cunha. Cunha no nome, cunha na vida.
  • EU
    08 nov, 2022 PORTUGAL 15:29
    Foi candidato às autárquicas e não foi eleito. Mas foi para o GOVERNO. Seguiu os passos de Medina. Este também não foi eleito e foi para GOVERNANTE. Pergunto: qual a diferença entre a maneira de escolha nos Regimes da RÚSSIA e PORTUGAL?
  • Eduardo
    08 nov, 2022 Lisboa 15:08
    O puto é um génio! Acabar o curso de Direito com 21 anos... chiça...
  • Fernanda
    08 nov, 2022 Funchal 15:02
    Se tem qualificações, estou completamente de acordo. É aos jovens que temos de dar oportunidades!

Destaques V+