A+ / A-

Seca. Sertã realiza abastecimentos regulares de água

25 ago, 2022 - 10:21 • Lusa

Autarca volta a apelar aos consumidores para "uma utilização racional e consciente da água".

A+ / A-

A Câmara da Sertã, no distrito de Castelo Branco, está a realizar regularmente abastecimentos de água em vários reservatórios do concelho e apelou hoje à população para "uma utilização racional e consciente da água" face à situação de seca.

"Têm sido registados consumos de água excessivos, que provocam um nível de exigência acrescido às infraestruturas do sistema multimunicipal que abastece o nosso concelho [Sertã]", afirmou o vice-presidente da Câmara da Sertã, Rui Antunes.

O autarca volta a apelar aos consumidores para "uma utilização racional e consciente da água" em geral e, em particular, da água proveniente da rede de abastecimento público.

Realçou ainda "a importância e urgência de um consumo responsável e criterioso da água", evitando os consumos que não sejam estritamente necessários, como é o caso de regas de jardins, lavagens de carros, pavimentos e enchimentos de piscinas.

Face à continuação de tempo quente e seco e à consequente situação de seca severa ou extrema registada no território, o município da Sertã tem realizado regularmente abastecimentos de água em vários reservatórios de abastecimento do concelho, recorrendo a viaturas de transporte de água da autarquia e das corporações de bombeiros voluntários concelhios.

"A ocorrência de qualquer situação anómala e a manterem-se os atuais volumes de consumos diários, poderá resultar em perturbações ou constrangimentos no normal abastecimento de água", salientou Rui Antunes.

Este alerta incide na responsabilidade dos munícipes na utilização deste recurso cada vez mais escasso, promovendo o uso eficiente da água, evitando desperdícios e limitando o consumo apenas ao necessário.

O vice-presidente da Câmara da Sertã reforçou ainda o apelo aos consumidores "para regularizarem as faturas de consumo de água em dívida" e recordou alguns conselhos para o uso eficiente da água, veiculados em campanhas de sensibilização levadas a cabo pelo município.

Conselhos e restrições

Tomar duches rápidos, não desperdiçar água nas regas, reutilizar a água sempre que possível, lavar os dentes ou as mãos com a torneira fechada, não deixar a água a correr enquanto desfaz a barba, fazer apenas meia descarga do autoclismo, usar as máquinas de lavar (roupa e loiça) apenas com carga máxima e reparar fugas na canalização, são alguns dos conselhos deixados pelo autarca.

No seguimento de recomendações da Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Resíduos (ERSAR), o município da Sertã está a implementar medidas de curto prazo para aumentar a eficiência dos sistemas de abastecimento público.

Estas medidas passam pela restrição das regas dos jardins públicos, encerramento de fontanários públicos abastecidos com água da rede e que não sejam origem única de água de abastecimento para consumo humano.

A autarquia está ainda a utilizar água de outras origens para fins menos nobres, como a lavagem de contentores e viaturas de recolha de resíduos sólidos urbanos, e a realizar a avaliação das situações de incumprimento no pagamento da fatura mensal, bem como a reforçar o controlo de perdas de água não faturada e redução de pressão nas redes.

A médio prazo, a Câmara da Sertã está a ponderar a realização de cortes de água nas situações de incumprimento das obrigações legais de pagamento das faturas mensais e pretende adquirir equipamento de medição e monitorização dos sistemas de abastecimento municipal para aumentar a eficiência no controlo de perdas e fugas.

Vai também aumentar a fiscalização na deteção de consumos não autorizados e vai rever o Regulamento Municipal de Serviços de Águas de Abastecimento Público e do Serviço de Saneamento de Águas Residuais Urbanas.

Por último, pretende rever e atualizar a tabela de preços do município de Sertã.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+