Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Resgatados sete animais feridos no incêndio da Serra da Estrela

16 ago, 2022 - 17:37 • Rosário Silva

Os animais, encontrados em estado grave, já estão a ter cuidados especializados. Menos sorte tiveram outros tantos encontrados carbonizados por “estarem acorrentados”, denuncia o IRA – Intervenção e Resgate Animal.

A+ / A-

O IRA – Intervenção e Resgate Animal anunciou esta terça-feira o resgate de sete animais do incêndio da Serra da Estrela.

Na rede social Facebook, a organização dá conta que após recolher os primeiros animais, vítimas deste fogo, os transportou para o “hospital veterinário nas proximidades”, onde ficaram “em internamento”, devido “estado muito grave” em que se encontram e pela necessidade de “receberem oxigénio” e “tratamento para as queimaduras”.

Deste grupo de sete cães, dois apresentam queimaduras nas patas, “impedindo-os de se locomover”.

O IRA conseguiu, entretanto, apurar que seis deles “possuem identificação eletrónica”, tendo os seus proprietários sido identificados.

Nesta operação de resgate, com a colaboração da Associação Portuguesa de Busca e Salvamento, foram também localizados mais animais que morreram carbonizados, por “estarem acorrentados”, denuncia a organização, avançando que os “cadáveres estão a ser sinalizados e recolhidos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas”.

Com estes animais a salvo, o trabalho das equipas no terreno centra-se agora nas imediações da Serra de Sarzedo, onde, segundo informação veiculada, “existirá um número elevado de cães de caça num canil”, ainda mais porque a serra é a “que está a ser mais fustigada de momento e com todos os acessos cortados”.

As associações de defesa dos animais estão já a reforçar as equipas, com “mais meios provenientes de Lisboa”, uma vez que se desconhece o número de animais que, apanhados pelo fogo, estão “feridos com gravidade” e terão, por isso de ser transportados de urgência.

“Contactámos mais hospitais veterinários na Guarda para estarem preparados para o efeito”, informa o IRA que, entretanto, agradece publicamente a “todos os que estão a contribuir para a angariação de fundos, levantando qualquer obstáculo que possa surgir com despesas”.

Todos os cuidados especializados estão a ser prestados aos animais resgatados, com esta associação a garantir que, “futuramente” irá avançar com “queixas-crime contra os detentores de todos os animais feridos/mortos recolhidos”, assim como os que foram “encontrados acorrentados”.

Para quem quiser colaborar nas despesas dos tratamentos destes animais, o IRA disponibiliza os diferentes meios:

NIB: 0010 0000 57314920001 30

IBAN: PT50 0010 0000 57314920001 30

BANCO: BPI

SWIFT: BBPIPTPL

TITULAR: NÚCLEO DE INTERVENÇÃO E RESGATE ANIMAL ou Paypal: Paypal.me/IRANIMAL, ou ainda acedendo ao site www.NIRA.pt.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+