Tempo
|
A+ / A-

Urgência de obstetrícia e bloco de partos assegurados na Maternidade Alfredo da Costa e São Francisco Xavier

05 ago, 2022 - 21:27 • Lusa

A Maternidade Alfredo da Costa e o Hospital São Francisco Xavier, em Lisboa, atualizaram hoje as escalas do serviço de urgência de obstetrícia e ginecologia e do bloco de partos, assegurando o seu normal funcionamento no fim de semana.

A+ / A-

A Maternidade Alfredo da Costa e o Hospital São Francisco Xavier, em Lisboa, atualizaram hoje as escalas do serviço de urgência de obstetrícia e ginecologia e do bloco de partos, assegurando o seu normal funcionamento no fim de semana.

Ao final da manhã de hoje, a informação da plataforma do Serviço Nacional de Saúde, que permite ver o horário destes serviços de urgência e blocos de partos, indicava que o Hospital São Francisco Xavier teria o serviço de urgência de bloco de partos encerrados entre as 21:00 de sábado e as 09:00 de domingo, e a Maternidade Alfredo da Costa teria fechado o bloco de partos no domingo, entre as 09:00 e as 21:00.

Fontes dos dois hospitais adiantaram à agência Lusa, que tinha divulgado esta informação, que as escalas foram atualizadas e os serviços estarão a funcionar normalmente no fim de semana.

As urgências de ginecologia e obstetrícia e os blocos de partos têm registado condicionamentos nos últimos meses em vários hospitais do país devido a dificuldades em assegurar escalas por falta de especialistas.

Para informar as grávidas destes constrangimentos foi criada esta plataforma no Portal do SNS sob proposta da Comissão de Acompanhamento da Resposta em Urgência de Ginecologia/Obstetrícia e Bloco de Partos.

Uma vez que a informação é dinâmica, os utentes são aconselhados a consultarem o motor de busca antes de se deslocarem a estes serviços de saúde.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+