Tempo
|
A+ / A-

Ensino Superior. Primeira fase de acesso terá quase 55 mil vagas

24 jul, 2022 - 00:01 • Cristina Nascimento , Maria João Cunha

Ministério diz que há mais 1.398 do que em 2021. Cursos de Medicina e de Educação Básica têm mais lugares e há mais vagas nos estabelecimentos de ensino no interior do país.

A+ / A-

Há mais cerca de 1.500 vagas para a primeira fase de acesso ao ensino superior público do que em igual período do ano passado. Segundo informação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, quem concorrer às universidades e politécnicos públicos terá disponível 54.361 lugares, mais 1.398 do que em 2021, um aumento de 2,6%.

Também segundo a tutela, este ano há mais 3,8% de vagas em estabelecimentos de ensino no interior do país, um aumento maior do que a subida de 2,5% de vagas em outras regiões. Olhando para os números com mais detalhe, é possível, detetar, por exemplo, que a Universidade da Beira Interior vai ter mais 173 lugares, um aumento de 13%, mas a Escola Superior Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital perde 53 vagas, menos 22%.

Já nas áreas de Lisboa e do Porto, por exemplo, a Universidade Nova de Lisboa perde cinco vagas, mas a Universidade do Porto ganha 198 vagas.

Dentro das novidades para este ano é a existência de 325 novos cursos, 22 financiados plo Plano de Recuperação e Resiliência em várias áreas, entre as quais Matemática e Ciências. Os cursos novos financiados pelo PRR representam 642 vagas, sendo 365 destas disponibilizadas em Lisboa e Porto e 217 no resto do país.

Mais vagas para futuro médicos e professores

Para ajudar a combater a falta de médicos e professores, a tutela assegura que há mais lugares para estes cursos: 1.500 lugares para medicina e um aumento de 7% nas licenciaturas de Educação Básica.

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior assegura que, nos últimos três anos, o número total de vagas em Medicina, consideradas todas as vias de ingresso (concurso nacional de acesso, concurso para ingresso de licenciados e concurso institucional para ingresso na UCP), cresceu 5% (1.782 vagas em 2019 e 1.873 vagas em 2022).

O curso de Direito da Universidade de Lisboa é o campeão do número de vagas, 445, seguido de outro curso de Direito, mas em Coimbra, com 334.

O terceiro curso com maior número de lugares é Enfermagem, na Escola Superior de Coimbra, com 320, e em quarto, o curso de Medicina na Universidade de Lisboa, com 295 vagas.

A primeira fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior arranca na segunda-feira, 25 de julho, e prolonga-se até 8 de agosto.

No quadro abaixo pode pesquisar quantas vagas estão disponíveis para cada curso do ensino superior público.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+