Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Doze anos de prisão para homem acusado de sequestro, violação e roubo de prostitutas

07 jul, 2022 - 15:51 • Lusa

Os crimes ocorreram entre agosto de 2021 e junho de 2021.

A+ / A-

Um homem foi condenado a uma pena única de 12 anos de prisão por nove crimes de sequestro, seis de violação, três de coação, 10 de roubo e dois de roubo agravado, informou esta quinta-feira o Ministério Público (MP) de Lisboa.

Segundo o Ministério Público, o Juízo Central Criminal de Lisboa deu como provado "que o arguido, entre agosto de 2020 e junho de 2021, marcou telefonicamente diversos encontros com mulheres que se dedicavam à prostituição, com o intuito de as violar e roubar".

Em diversas situações, na zona da Grande Lisboa - prossegue o MP - o arguido chegava aos apartamentos onde as mulheres atendiam os clientes e forçava as ofendidas, com recurso a uma faca, à prática de atos sexuais. Depois, exigia que lhe dessem o dinheiro que tinham consigo, tendo, em algumas situações, fechado as vítimas em armários e em casas de banho.

Além do dinheiro - segundo a acusação - o arguido levou consigo, em algumas situações bens pessoais das vítimas.

O tribunal de julgamento condenou agora o acusado a indemnizar as vítimas no valor de cinco mil euros.

O arguido mantém-se sujeito à medida de coação de prisão preventiva.

A investigação foi dirigida pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+